As pessoas estão andando perdidas e confusas pulando de galho em galho entre terapias, ferramentas de auto-conhecimento e práticas religiosas, esotéricas e místicas, iludindo-se comodamente, ainda que numa fuga desesperada, da única coisa que pode efetivamente tirá-las do buraco onde se meteram:

A-TI-TU-DE!

…da Atitude e da Iniciativa de Realmente Fazer Alguma Coisa por Si Mesmo(a) que efetivamente mude suas condições deploráveis.

Há uma ilusão a respeito dessas dezenas de técnicas e práticas místicas, energéticas e espiritualistas, pois elas basicamente não trazem os resultados efetivos que as pessoas buscam. Veja bem, eu não nego o fundamento energético e vibracional que há por trás dessas técnicas. Eu mesmo estudo Astrologia a fundo. Elas realmente ajudam a amenizar nossas angústias e reequilibrar nossos corpos físico, psíquico e espiritual.

Elas só não resolvem os problemas efetivamente.

Sempre digo: Deus não nos colocou aqui nesse mundo com pernas, mãos, braços e inteligência para que fiquemos de braços cruzados esperando as coisas acontecerem.

As coisas só acontecem se fizermos acontecer.

Se não fizer nada, Nada acontece

Se não fazer nada, nada acontece

Essa atitude necessária e protelada desde sempre exige Coragem e a disposição para o enfrentamento.

E a dificuldade das pessoas em geral de tomarem atitudes de mudança mostra claramente que o maior problema delas é o Medo. Às vezes, medo da culpa resultante de tomar alguma iniciativa e, de alguma forma, prejudicar os outros. Já disse algum pensador que se sentir culpado é uma das formas de não se precisar tomar qualquer atitude.

A mudança de vida é um processo de morte e renascimento. Anna Patrícia Chagas

Desconforto

Eu tenho que te deixar desconfortável. De outra maneira, você não avança. Ass.: Universo

Esse medo invencível associado a tendências a crenças espirituais equivocadas promove um sádico comodismo, que faz a apessoa ficar esperando às vezes uma vida toda que aconteça alguma coisa; que alguma entidade ou força espiritual faça o trabalho dela.

Muitas vezes o medo pode ser meramente do que os outros vão pensar. Típico nas personalidades boazinhas, aquelas que não gostam de incomodar; que se incomodam com o incômodo dos outros; que só falta pedirem desculpas por existir. A autoestima delas é tão baixa, mas tão baixa, que a mera perspectiva da má opinião que possam formar de alguma atitude que possam tomar, já os aterroriza.

Sinto muito, só posso dizer que nada vai acontecer; que ao contrário, é capaz das coisas piorarem bem para que a pessoa finalmente tome alguma iniciativa na vida.

Veja também

Atitude e Pensamento Mágico

Textos sobre Auto-sabotagem

Textos sobre Atitude

Textos sobre Autoestima