Money

No Brasil especialmente, e também obviamente nos países ainda mais pobres, as oportunidades são escassas e as pessoas se estapeiam para tentar ganhar algum dinheiro a mais além da média.

Nós não produzimos tecnologia de alto valor agregado, não inventamos carros, não inventamos gasolina, não inventamos eletricidade, não inventamos televisão, computador, internet, windows, facebook, youtube, google… Então nos resta continuar trocando pau-brasil por espelhinhos.

O volume de buscas na internet para os termos “ganhar dinheiro” é monstruoso.

As pessoas estão desesperadas tentando melhorar de vida.

A vida aqui é dura, limitada; a escassez reina e a abundância é rara.

Essa situação crítica de desespero, aliada à já natural ignorância das pessoas, faz com que elas acreditem em promessas impossíveis.

Praticamente TODAS as promessas sobre ganhar dinheiro na internet são mentirosas.

Praticamente TODAS não passam de formas de, somente o autor das promessas ganhar algum dinheiro, tirando este do bolso dos trouxas coitados que estão desesperados por uma saída na vida.

Deveria ser crime mentir sobre formas inalcançáveis para a maioria simplória das pessoas de ganhar dinheiro.

Sobre Ganhar Dinheiro

Veja bem:

Quem encontra uma forma de ganhar mais dinheiro do que a média, fica tão feliz com isso, e ao mesmo tempo tão amedrontado de perder esta chance, que jamais vai compartilhar com os outros sobre o que descobriu.

(E quem compartilha se dá mal. Quando o Uber começou aqui em Balneário Camboriú, era uma febre. Só tarifas dinâmicas (mais altas do que o normal) por falta de motoristas e muita gente ganhava de 400 a 600 reais por dia. Era um falando pra outro, e falando pra outro, se exibindo com os altos resultados, que logo a praça se encheu de motoristas. 6 meses depois, tinha dias que você ficava 10 horas batendo lata com seu carro na rua e não fazia 100 reais limpos.)

A discrição ainda é um dos grandes segredos de qualquer negócio. Até porque normalmente atividades em que se ganha MUITO dinheiro também dão MUITO trabalho. A pessoa que encontra uma atividade dessa tem pouquíssimo tempo disponível, porque passa o tempo todo cuidando do próprio negócio. Ela não terá tempo disponível para criar e formatar cursos inteiros sobre como fazer o que ela deveria estar fazendo.

Além de que ninguém em sã consciência vende cursos para formar CONCORRENTES.

Ao contrário, o normal do funcionamento do mercado é, na medida do possível e de forma legal, eliminar a concorrência. Lembrando que eliminar a concorrência de forma artificial através da formação de cartéis ou de monopólios é crime.

Grandes ricaços como Rockefeller ou Bill Gates ficaram assim podres de ricos porque adotavam formas explícitas ou implícitas de eliminar a concorrência. Rockefeller sabotava seus concorrentes. No caso do último, você já viu algum computador do tipo PC com algum sistema operacional comercial diferente do Windows? A grande sacada do Bill Gates não foi ter criado o Windows, foi ter fechado um negócio de exclusividade com a IBM a qual vendia seus PCs já com o Windows instalado. O único sistema operacional comercial concorrente do Windows foi o iOS da Apple, que só funciona em computadores próprios da empresa de Steve Jobs, este que teve sérias desavenças com Bill Gates.

Já pensou se Rockefeller, quando descobriu seu primeiro poço de petróleo, em vez de ir encontrar e perfurar mais poços, ficasse em casa criando um curso por correspondência intitulado mais ou menos assim: Como ficar Rico encontrando Petróleo!

Pensa comigo: Se uma pessoa por acaso encontra sozinha uma mina de ouro no meio da floresta… será que ela vai mesmo pra cidade vender mapas para se chegar até a mina? ou vai ela mesma sozinha garimpar o ouro só pra ela?

Quem sabe faz, quem não sabe, ensina.

Marketing Digital

Eu falava até agora sobre cursos específicos sobre “ganhar dinheiro” ou “ficar rico” etc.

Entretanto, há outra categoria de cursos que diz respeito ao Marketing Digital.

Certamente que muitas dessas técnicas digitais funcionam.

Mas funcionam especialmente para quem já tem um produto, pra quem já está engrenado no mercado, já tem um negócio e quer expandi-lo na web.

Sem contar que é preciso ter predisposição, tempo e habilidades técnicas para aprender e implementar essas medidas na web. Ao contrário do que falam, não é qualquer um que conseguirá manejar essas técnicas com facilidade. Muitos desses cursos sobre Marketing Digital com ênfase em “Montar seu negócio online ” deveriam exigir certos pré-requisitos para poderem ser feitos: ou é preciso ter algum capital, ou é preciso ter alguma disposição de correr riscos, ou alguma predisposição para lidar com os conhecimentos complexos e altamente técnicos que envolve o design e o marketing online (nem todos têm) ou ainda, ter certo know-how prévio sobre a atividade em questão. Mas esses pré-requisitos não são exigidos porque arrancar dinheiro de pessoas ingênuas e despreparadas ainda é o “melhor” negócio.

Há uma sub-categoria deste Marketing Digital da qual os gurus do ramo falam muito, que é a venda como afiliado de info-produtos, ou produtos digitais. Isso para mim é uma incógnita. Eu já criei um Ebook sobre Autoestima e consegui algum nível de vendas durante 3 anos quando eu ainda conseguia algum tráfego espontâneo do Google. Depois parou… Mais recentemente, já tentei vender info-produtos dos outros e nunca efetuei nenhuma mísera venda. Mas há muitas pessoas que dizem que tem sucesso nesse ramo. Então não dá pra saber.

Na verdade os grandes sucessos presentes na web desse ramo são justamente dos criadores de Produtos digitais e não de seus revendedores. A pessoa já tinha um conhecimento amplo e prévio, muito provavelmente sendo utilizado em negócios físicos, convencionais. Daí ela conseguiu transformar esse conhecimento num curso online e passou a vender pro Brasil inteiro. No que voltamos ao início deste segmento: que as técnicas de Marketing Digital funcionam e bem, porém para quem já tem um bom produto em mãos, seja ele físico, digital ou um serviço.

Então é isso, a maioria dos compradores desses cursos são leigos demais para conseguir manejar as técnicas do Marketing Digital e tanto pior se ela não tem algo para vender ou serviço para oferecer.

Se não tiver MUITA pré-disposição e DISPOSIÇÃO para aprender, é jogar seu já pouco dinheiro fora.

Investimentos

Sobre esses gurus do ramo de investimentos, metidos a dar, ou vender conselhos sobre investir dinheiro, lembro sempre de uma frase de Warren Buffett, o qual não teria se tornado o investidor mais rico do mundo se não fosse capaz de ter a seguinte visão pragmática:

“Wall Street (a bolsa de valores de Nova York) é o único lugar onde as pessoas chegam em um Rolls-Royce para obter conselhos daqueles que pegam o metrô.”

Outra frase de autoria desconhecida:

“Na corrida do ouro, quem ganha dinheiro mesmo é quem vende picareta”.

Todas, TODAS essas empresas de investimento, especialmente corretoras, que ficam dizendo: “agora é bom investir em tal ação” e depois de um tempo “aquela ação está em baixa, agora o bom é a renda fixa”, o que ela está fazendo na verdade é tentando vender picaretas, que são na verdade as taxas de corretagem e de administração dos fundos.

Há também as academias da riqueza, as quais nada mais são que fóruns online para troca de informações sobre investimento. São muitos fóruns desses online. E aqui cabe aquela pergunta definitiva: Você acha MESMO que alguém que saiba de um bom investimento vai ficar falando publicamente e online sobre ele?

Tipo a Empíricus, essa empresa que todo mundo conhece por causa de seu marketing extremamente agressivo: Ela te promete dobrar tua renda, te promete transformar 200 reais em ZILHÕES, mas o que ela quer mesmo é te vender uma assinatura por 7 reais mensais.

Ah, tá…

Veja, alguns de seus fundadores realmente são ricos e realmente passam informações úteis sobre investimentos. Alguns clubes de investimentos devem realmente conseguir agregar valor para seus assinantes. Certamente se tem muito o que aprender com eles. Mas sempre, SEMPRE o fazem isso vendendo ou algum curso, ou workshop ou livro ou assinatura mensal, os quais são, aqui entre nós, as picaretas.

Dessa corrida do ouro virtual, nós somos os garimpeiros, eles são as picaretas.

Ou os picaretas.

A verdade sobre investimentos

Há uma verdade inquestionável sobre investimentos, sejam quais forem: ouro, forex, ações, opções, obras de arte, imóveis, etc, e ela é a seguinte:

Só invista naquilo que você conhece.

No caso específico das ações, se você precisa de dicas, orientações e a validação de outros investidores sobre suas compras, então talvez você esteja correndo um sério risco. O mercado de ações é um mercado altamente complexo e só ganha dinheiro lá quem entende o que está fazendo e que sabe que, mesmo entendendo muito, ainda corre o risco de errar.

Como ganhar dinheiro?

Sobre ganhar, ou fazer dinheiro, no longo prazo e de forma sustentável, não existe mágica.

O dinheiro você faz criando, melhorando e revendendo coisas que resolvem problemas. Ou oferecendo serviços que resolvem problemas, ou atendem necessidades (que são problemas) das pessoas.

Dá trabalho, literalmente.

Mas não há saída?

Claro que tem.

Não exatamente sobre ganhar dinheiro de forma mágica.

Mas sobre adequar sua postura na vida para um modo em que você vá gradativamente passando da renda ativa, isto é, da renda que você trabalha para ganhar, para a renda passiva, aquela renda gerada mensalmente por ativos.

Mas essa informação não é tão cara, nem é difícil de se obter.

Me responda, se você quiser aprender a fabricar móveis… vai falar com um marceneiro ou açougueiro? E se você quisesse aprender culinária, vai falar com um cozinheiro ou com um farmacêutico? E se você quiser ficar rico, vai falar com uma pessoa (verdadeiramente) rica, ou com essas hordas de pobres lhe prometendo o que nem eles conseguem?

Pois bem, aqui está o ponto. A maioria desses caras de internet que lhe prometem ensinar a ficar ricos, não são ricos. É você pedir conselho financeiro de Rolls-Royce pra quem pega metrô. Então, se você quiser ficar rico, ou melhorar substancialmente de vida, precisa falar com… ricos.

Verdadeiramente ricos, multi-milionários de longa data, e não com esses novos ricos que mal ganharam alguma coisa e já saem ostentando com carros e viagens caras. Normalmente os muito ricos são discretos.

E onde estão esses super ricos?

Nos livros.

Normalmente quem tem uma grande história gosta de contá-la, e acaba condensando-a num livro.

Eu já publiquei neste site umas dezenas de resenhas de livros sobre educação financeira.

E também já publiquei aqui uma lista rápida com os 6 principais livros.

E estou lendo ultimamente uma série de biografias de pessoas bem sucedidas.

Ler esses livros não significa que você vai enriquecer.

Mas lhe darão, a um custo baixíssimo, novos pontos de vista sobre sua situação financeira e sobre os caminhos possíveis de trilhar para seu crescimento financeiro.

Inclusive se você está ou não disposto a trilhá-los.