Luiz Gasparetto

Luiz Gasparetto

Você já ouviu falar de Luiz Gasparetto? Se sim, certamente já percebeu que muito do que procuro dizer aqui é baseado em sua mensagem. Se não, pode ler esta pequena biografia.

Gasparetto é uma figura única. Filho de Zíbia Gasparetto, reconhecida autora de livros espíritas, é um tanto excêntrico. Iniciou sua vida divulgando a doutrina espírita como meio de ajudar as pessoas, mas logo se desligou e seguiu um caminho próprio, ao meu ver, muito mais iluminador.

Seu jeito italianamente espalhafatoso às vezes o torna alvo de descrédito. Particularmente, acredito que se ele adotasse uma postura menos aviadada, veria sua mensagem chegar muito mais longe. Mas ele mesmo disse repetidas vezes em seu extinto programa Encontro Marcado da Rede TV, que não tá nem aí e que faz o que achar que tem que fazer. Tudo bem, opção dele. Quem sou eu para ensiná-lo como deve agir, né? De qualquer forma, aprendi muito acompanhando seu programa. Além de divertido, era muito instrutivo porque quem ia lá era gente como eu e você. Os dramas humanos são os mesmos, só mudam as caras.

Ele tem um ponto de vista espiritual muito prático, esclarecedor, e “traduzido” para o modo brasileiro de ser (veja algumas frases do Gasparetto).

Dos vários conselhos que o Gasparetto distribuía aos convidados de seu programa, dois se destacavam e eram repetidamente citados:

Você está onde você se põe!

A vida lhe trata do jeito que você se trata!

Essas frases revelam um modo muito inovador e bem brasileiro de se interpretar a lei da Atração.

Como você já pode ter visto em alguns de meus textos, não gosto de alardar a lei da Atração como o ato de mentalizar e esperar. Não adianta só pensar, é preciso incorporar um novo estado em si relacionado ao que se quer. É preciso agir como se já tivéssemos alcançado os nossos intentos.

Ainda assim a lei da atração é algo definitivamente intrínseco à nossa existência. Não se deve questionar se ela funciona ou não. O fato é que ela age em nossa vida a cada passo. Sua saúde, seu corpo, seu ambiente, o ritmo e os eventos em sua vida SÃO consequências fiéis e imediatas daquilo que você é em sua essência. Porém não conseguimos alterar essa essência somente com pensamentos. A ATITUDE rumo ao nosso desejo, por menor que seja, é o melhor meio de se alterar essa essênciaÉ preciso agir e então sim a vida mobiliza as coisas para nos AJUDAR; mas nunca para fazer o nosso trabalho.

E as duas frases acima citadas são ótimas sugestões para manusearmos essa nossa atitude, principalmente nossa atitude interna, ou postura interna.

Entenda

“Você está onde você se põe”

O seu posicionamento exato na vida e na sociedade não é nada mais, nada menos do que o valor exato que você se dá e a consequente noção de merecimento que lhe convence e lhe move a assumir o lugar que assumiu na vida. Por exemplo, você gostaria que sua vida fosse melhor, que você tivesse mais qualidade de vida. Mas você tem o hábito comum de esperar que as coisas mudem por si. Pois é exatamente isso que você verá em sua volta: O clima de uma sala de espera, entediante e insatisfatório.

Onde você está se pondo ultimamente? Na posição de vítima? Do coitado? No último lugar da fila? Não lhe parece mais interessante se dar importância e colocar-se na posição de agente de sua vida? Da pessoa que cuida de si, e que crê firmemente que merece o que há de melhor na vida?

É preciso encontrar, ou decidir pelo lugar que quer estar e se mover até ele, dê o trabalho que der. Se acha que não merece, então continue onde está. Isto me lembra a magnífica metáfora do cachorro:

Um homem bate na porta de uma casa e enquanto conversa com seus moradores, percebe que o cachorro deles está sentado no canto do quintal uivando de dor.

“Qual o problema com o cachorro de vocês?”, pergunta o homem.

“Ah, ele está sentado em cima de um prego”, respode o morador.

“Por que ele não se move?”, pergunta o homem em descrença.

“Acho que não está doendo o suficiente”, é a resposta.

Não é assim que agimos? As vezes parece que gostamos de sofrer…

“A vida lhe trata do jeito que você se trata”

Esta é uma outra faceta da mesma situação. A vida retribui ao que você dá para ela. A vida lhe oferece os valores que você oferece aos outros. Se você quer amor, não tem jeito, vai ter que começar a oferecer amor. Se quer dinheiro, não tem jeito, vai ter que oferecer algo de valor aos outros. Se você quer saúde, vai ter que SE oferecer atenção e cuidados.

Daí a importância de cuidar de si, em todos os aspectos possíveis: Cuidar da aparência, cultivar bons hábitos e bons gostos, desenvolver-se interiormente através de estudos práticos e estudos espirituais, bem como através de reflexões. Quanto mais você cuidar de você mesmo, melhor será seu auto-conceito e sua autoestima e por consequência, mais a vida responderá com eventos positivos.

Iniciativa não é uma palavra que foi criada à toa. Ela é necessária não só no trabalho, mas em sua vida e em seus relacionamentos. Cuide de si, cuide de suas coisas (tô falando de limpeza e organização MESMO). Estude, qualifique-se, melhore sua forma de se relacionar com parceiros e amigos. Consuma lazer, produtos e serviços de qualidade. Quanto melhor você tratar tudo que lhe diz respeito, melhor serão as respostas que obterá da vida, seja num nível prático, seja num nível metafísico.

Texto de 21 de setembro de 2011.