Basta se sentir bem

Basta se sentir bem

Você sabia que a maioria das pessoas que vêm parar neste site através do google, acaba parando aqui em busca das frases sobre auto-estima que classifiquei até o momento no antigo link “Frases, pensamentos e Citações”? Tive muitas surpresas ao ir constatando ao longo do tempo aquilo que as pessoas mais buscam.

É evidente que todo este site se propõe a atender pessoas que passam por momentos de reflexão, ou por pessoas que tem naturalmente um gosto por assuntos relacionados a filosofias de vida, comportamento, auto-conhecimento, etc. Mas a busca massiva por um conteúdo que ajude a elevar nossa auto-estima me surpreendeu bastante. É onde constato que o ser humano ainda está perdido dentro de si mesmo e precisa muito de orientação.

A auto-estima se resume muito a você voltar suas atenções para você mesmo. Ter auto-estima poderia ser traduzido em SE AMAR. Mas o que é se amar? Passei muito tempo tentando entender isso. Todos falam em se amar, em gostar de si etc, mas poucos falam de que forma se pode fazer isso já que são conceitos relativamente abstratos. Uma coisa eu posso afirmar: Se amar não é ficar na frente do espelho se admirando e se contemplando. Mas acredite, essa cena era a primeira que vinha em minha mente quando eu ouvia o termo “se amar”.

Não sou um expert em nada, e tem que ser corajoso para se dizer que se é expert em alguma coisa. Mas acredito que se amar é atender aos seus anseios íntimos. É FAZER o que se gosta. É TRABALHAR (e buscar o conhecimento necessário) para SER o que se acredita melhor. TER aquilo que se deseja também é uma forma de se amar, muito embora os bens materiais sejam passageiros. O investimento em SER ALGUÉM MELHOR é um valor que ninguém jamais vai tirar de você, nem o TEMPO. E quando digo SER ALGUÉM MELHOR não digo ser uma pessoa boazinha e solidária, mas desenvolver suas competências e desse modo ser melhor como ser humano.

Não é difícil saber o que nos dá alegria. E se amar é se conduzir sempre no caminho daquilo que nos torna alegres. Também digo que não é difícil saber o que NOS FAZ BEM. E gostar de si mesmo é se fazer bem, da forma que for. É ouvir aquela música que adoramos, é comer aquele prato especial que gostamos, é ler aquele livro que não conseguimos largar enquanto não terminamos, é também estarmos com quem nos faz bem, enfim, é divertido? Então faça!

Veja também: Como se valorizar?

Mas preste atenção, tudo isso que foi dito PARTE DE VOCÊ. Não espere que alguém faça essas coisas por você. Se fizer vai estar agindo como a criança que espera que os pais lhe cuidem. Mas depois de certo tempo da vida, VOCÊ É QUE TEM QUE SE CUIDAR, RESPONSAVELMENTE.

E preponderantemente, num mundo onde convivemos e precisamos do OUTRO, se amar é saber dosar nossa capacidade de receber valores emocionais dos outros e também nossa capacidade da doação desses valores. Que podem ser entre tantas coisas a nossa atenção e nosso tempo.

Digo isso porque acredito que se amar é antes de mais nada, SER aquilo que está em nossa essência. Sem invadir e tentar controlar o espaço alheio, é preciso que façamos valer a nossa vontade, os nossos gostos, os nossos prazeres, deveres e direitos, resguardando nosso espaço, já que não é raro deixarmos que os OUTROS nos impeçam de sermos o que nos faz bem. Auto-estima não é algo que se obtém de uma hora pra outra, é aquele exercício constante em aprender a dizer SIM ou aprender a dizer NÃO na hora certa, sempre em nosso favor, ou pelo menos, em favor do bem estar geral das pessoas.

***

Conheça meus Ebooks

Autoestima Nota 10

Regras do Dinheiro