(os números deste post foram atualizados em 12/04 através de fontes mais precisas)

***

Relativizar números de mortes é algo constrangedor.

Eu realmente sinto muito por toda e qualquer perda de entes queridos.

A perda, o confronto com o fim, é sempre triste.

Mas isso não muda certas realidades.

A realidade, aquilo que acontece lá fora e que não está nem aí para o que pensamos ou deixamos de pensar dela.

Quando temos uma compreensão mais completa de um assunto, informações parciais nos influenciam com muito menos intensidade.

Falta à população, de modo geral, noções melhoradas da cronologia dos fatos históricos, da situação desses fatos na linha do tempo da história, de proporções gerais das coisas e também, noções da nossa finitude, da transitoriedade da vida e da nossa insignificância no contexto geral e universal da existência.

Pois bem… venho com alguns dados.

A realidade é que só no Brasil, nascem cerca de 8829 bebês por dia.

E morrem cerca de 3697 pessoas por dia, pelas mais variadas causas.

(fonte)

A maioria doenças do coração, respiratórias, fome, trânsito, homicídios etc.

Veja bem…

Só hoje, enquanto você lê este texto, quase 3700 pessoas morreram, e não foi do covid. Amanhã mais 3700 pessoas morrerão. Ontem, enquanto você fazia qualquer coisa, outras 3700 morreram. Desde o dia 1 de janeiro até hoje, 7 de abril, cerca de 362.306 pessoas morreram. Destas, apenas (eu sei, eu sei, é constrangedor relativizar este número) apenas 686 morreram do corona-vírus.

Só que esse quadro geral e assombroso de 3700 mortes diárias não é noticiado. E se não sai na imprensa, para a maioria das pessoas, não existe, não acontece.

As pessoas têm muito pouca noção de quase tudo; e isso é o que mais tem me deixado perplexo nesse episódio pandêmico.

E por isso a impressão que o povo leigo tem, agora, ao acompanhar o noticiário, é que as pessoas começaram a morrer a partir das últimas semanas de março, por causa do tal covid. Parece que até fevereiro, ninguém morria, ou morriam apenas um ou dois casos próximos.

Mas não. A cada dia, cerca de 3700 pessoas se vão e outras quase 8000 chegam. Só neste país.

No mundo, morrem 102 pessoas por MINUTO.

E nascem outras 180.

Isso quer dizer que nestes 3 minutos em que você leu esse texto, umas 540 nasceram ao redor do globo terrestre, e umas 300 morreram.

É o fluxo natural da vida.

E acho que assimilar, conviver e aceitar a noção deste fluxo é mais sábio do que se chocar e ficar tristinho a cada atualização diária das mortes provocadas pelo corona.