Bom, BOM, não tá, mas tá bom, tá bom, tá bom...

Bom, BOM, não tá, mas tá bom, tá bom, tá bom...

A fronteira entre algumas virtudes é muito sutil. Assim como a está muito próxima da esperança, e a caridade está muito próxima do amor fraterno, também a gratidão está muito próxima da bênção.

Engana-se MUITO quem pensa que abençoar alguém é dizer “Deus abençoe“. Já falei detalhadamente da bênção aqui. Resumindo, abençoar é bendizer, e bendizer é… falar bem, é ressaltar as qualidades do que se fala. E se abençoar é reconhecer o bem do que se está comentando, então quando se critica, está maldizendo, porque está reconhecendo o mal que há no que se está comentando.

Elogiar, ou agradecer, são duas faces de uma mesma atitude positiva cuja essência é a bênção. Quando você agradece a algo ou a alguém, está reconhecendo o quanto o objeto da gratidão foi bom e benéfico; e está, por consequência, bendizendo-o, ou abençoando-o. Igualmente, quando você elogia, está reconhecendo explicitamente o bem que a pessoa traz consigo, e está, portanto, abençoando-a.

Por outro lado, quando você reclama de algo ou de alguém, está reconhecendo o quanto esse algo ou esse indivíduo está sendo ruim, e está, por consequência, maldizendo-o, ou amaldiçoando-o.

E nem sabe… pelo contrário, acha que bênçãos e maldições são feitiços proferidos por gente dotada de dons espirituais.

Não!

Nós mesmos estamos abençoando e amaldiçoando as coisas da vida o tempo todo. Se você fala bem, do que quer que seja, está bendizendo, está abençoando. Se fala mal, do que quer que seja, está maldizendo, está amaldiçoando.

E pelo que imagino, há mais maldição do que bênção por aí ;)

Respire!

Segurar algo (na mente) é como segurar a respiração. Se você persistir, você vai sufocar.
Deepak Chopra

Esta frase exemplifica bem o porquê é tão prejudicial reclamar das coisas, e ver tudo o tempo todo de modo crítico. Se essa postura mental se estende por longo tempo, você acaba sufocando, ou se afogando nesse mar de lamúrias (na verdade, um mar de maldições) que você mesmo(a) criou.

Já pelo contrário, se você costuma enxergar o lado bom das coisas, e esperar o melhor, reconhecer, agradecer e elogiar o que há de bom a sua volta, estará mergulhado(a) num mar de bênçãos.

Lamento lembrar algo que você até já sabe, mas… tudo depende de você.

A bênção no Pai Nosso

Jesus, que era mais mestre do que pudemos supor, começa a mais famosa oração cristã abençoando:

Pai nosso, que estás no céu. Santificado seja o vosso nome.

Primeiramente ele invoca a imagem de um ser, nosso pai, que tem duas fortes qualidades: é nosso criador e também protetor.

Depois, o bendiz, ou o abençoa, ao dizer que este nosso pai está nos céus, isto é, nas alturas, e portanto é nobre e sublime.

E ainda toma o seu nome como santo, isto é, abnegado e amoroso.

Nas palavras de hoje, é como se Jesus dissesse, numa interpretação pessoal:

Nosso criador e protetor, nobre e sublime, amoroso e por nós, abnegado.

Por fim, segue a oração trazendo para nossa dimensão física e humana toda essa carga positiva de bem e virtude, dizendo:

Venha a nós, o vosso reino.

Que é como se ele dissesse:

Que toda a sua aura de virtudes (proteção, nobreza e amorosidade) recaia sobre nós.

E assim segue a oração, com toda uma sequência de bênçãos: confiança (seja feita a vossa vontade…), amparo (o pão nosso de cada dia…), libertação (perdoai as nossas ofensas…), segurança (e não nos deixeis cair em tentação…)

É, sem dúvida, uma belíssima oração. Faça um exercício e perceba o quão bela e repleta de bênçãos também é a oração Ave Maria: Ave Maria, cheia de graça. O Senhor É (está) convosco…

A boa oração é aquela que oferece um exercício de elevação da nossa vibração espiritual. Veja algumas orações interessantes que vão pelo mesmo caminho.

Pensamentos positivos

Pensar positivo é bendizer mentalmente o que você tem à disposição, isto é, OPTAR ou PREFERIR pensar no lado bom das coisas. Pensar positivo é mais uma forma de abençoar seu futuro, isto é, esperar o bem, ou pensar no lado bom do que você já tem.

Os caminhos são vários…

…mas o destino é um só. Não é difícil perceber que a sutileza que separa essas virtudes aqui comentadas se deve ao fato de que todas levam a um mesmo fim: o BEM, na figura do bom, do melhor, do correto, da elevação e da sublimação íntima.

Quem tem  num milagre, confia no bem. Quem tem esperança, espera o bem.  Quem ama, faz o bem. Quem pratica a caridade, faz por bem. Quem agradece, reconhece o bem. E quem abençoa, está focando sua atenção no bem.