Achei este texto por aí, e gostei:

Armadilhas do Ego

Se você acha que é mais “espiritual” andar de bicicleta ou usar transporte público para se locomover, tudo bem, mas se você julgar qualquer outra pessoa que dirige um carro, então você está preso em uma armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” não ver televisão porque fode com o seu cérebro, tudo bem, mas se julgar aqueles que ainda assistem, então você está preso em uma armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” evitar saber de fofocas ou noticias da mídia , mas se encontra julgando aqueles que leem essas coisas, então você está preso em uma armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” fazer Yoga, se tornar vegano, comprar só comidas orgânicas, comprar cristais, praticar reiki, meditar, usar roupas “hippies”, visitar templos e ler livros sobre iluminação espiritual, mas julgar qualquer pessoa que não faça isso, então você está preso em uma armadilha do ego.

Sempre esteja consciente ao se sentir superior. A noção de que você é superior é a maior indicação de que você está em uma armadilha egóica.

O ego adora entrar pela porta de trás. Ele vai pegar uma ideia nobre, como começar yoga e, então, distorce-la para servir o seu objetivo ao fazer você se sentir superior aos outros; você começará a menosprezar aqueles que não estão seguindo o seu “caminho espiritual certo”.

Superioridade, julgamento e condenação.

Essas são armadilhas do ego.

Sri Mooji

Sai pra lá, cordeirinho de deus

Mas aqui cabe um questionamento.

Não entendo por que fugir tanto do ego.

O Ego faz parte da nossa natureza, precisamos dele para funcionar.

Reduzir nossas posturas e ações excessivamente egoístas? Sim.

Sacrificar todos os nossos desejos em nome de uma pretensa sabedoria ou iluminação espiritual?

Não. Ao menos nesta vida, não. Deixa para a próxima.

Opto sempre pelo caminho do meio. Nem muito egoísta, nem muito pamonha espiritual.

Procuro sempre a normalidade e o equilíbrio.