Resenha divulgada

O Mundo De Sofia

O Mundo De Sofia

Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para uma tal de Hilde Knag, jovem que Sofia igualmente desconhece.

O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida deste fascinante romance, que vem conquistou milhões de leitores em todos os países em que foi lançado. Em O Mundo de Sofia, de capítulo em capítulo, de “lição” em “lição”, o leitor é convidado a trilhar toda a história da filosofia ocidental – dos pré-socráticos aos pós-modernos – ao mesmo tempo em que se vê envolvido por um intrigante thriller que toma um rumo muito surpreendente.

Prêmio Monteiro Lobato “A Melhor Tradução/Jovem” pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ 1995

  • Editora: Companhia das Letras
  • Autor: JOSTEIN GAARDER
  • ISBN: 8571644756
  • Origem: Nacional
  • Ano: s.d.
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 560
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Médio

Minha opinião sobre o livro O Mundo de Sofia

Aqui está um livro excelente, que deveria ser leitura obrigatória para todos os estudantes. O Mundo de Sofia é leve, interessante, prende o leitor, a despeito de suas 560 páginas. No entanto é preciso frisar que o assunto é FILOSOFIA, então se você não é lá muito dado a assimilar esse tipo de conhecimento, então certamente o livro lhe parecerá chato. Por outro lado, se você é curioso e gosta de aprender sobre a origem das coisas – nesse caso, a origem do pensamento ocidental – então essa é uma ótima opção para se iniciar no mundo da filosofia.

Com níveis bem dosados de simplicidade e profundidade, o O Mundo de Sofia intercala uma trama intrigante com lições muito ricas sobre as diferentes épocas da filosofia ocidental, dos pré-socráticos aos pós-modernos. Ao longo da trama os maiores filósofos ocidentais são descritos e suas idéias explanadas, de forma leve e fácil de assimilar.

O final surpreende com umas “viagens” do autor, mas é bem autêntico, envolvente e questionador, ficando com aquele gostinho de quero mais. Algo que é raro quando se tenta romancear algo que é por natureza analítico e desprovido de emoções.

De qualquer forma, O Mundo de Sofia é um livro indicado para adolescentes ou pessoas que nunca tiveram um contato com filosofia e querem iniciar esse contato de forma descompromissada, mas enriquecedora. Para quem tem conhecimentos avançados em filosofia, talvez não acrescente nada, valendo a leitura apenas para saber do que se trata e conhecer um bom modo de trazer a filosofia ao alcance das pessoas comuns.