Equívocos

Vidas construídas sobre mitos

Vidas construídas sobre mitos

Por todos os lados, vejo equívocos.

A começar, evidentemente, por mim.

Até tentamos fazer algo de bom, mas entendemos tudo pela metade, se tanto, e passamos muito tempo e gastamos muita energia esbravejando contra pontas de icebergs.

Porque a verdade permanece oculta e inacessível e poucos, muito poucos têm olhos de ver.

E quando vêem, entendem que muito pouco pode ser feito, e o que pode ser feito diz respeito, basicamente, a mudar e construir a si mesmo.

Você é uma consequência de si mesmo

Você não sabe, mas o maior motivo para sua vida estar essa droga que está, se deve a você acreditar nas coisas que acredita.

Vou lhe falar a verdade: Você acredita em um monte de asneiras, que o(a) freia e aprisiona, e que nunca o(a) levará a lugar algum.

Se continuar acreditando no que acredita, sem questionar-se e rever seus princípios, é grande a chance de que você continue PATINANDO na vida como tem patinado até então.

Pra ficar esperto

É de enlouquecer. Não recomendo aos fracos :) Mas se você quiser ficar esperto, MESMO, há uma dica infalível.

Considere a possibilidade de que tudo que você acredita estar miseravelmente equivocado. Tudo!

T.U.D.O.

Sabe aquela sua velha opinião formada sobre tudo? (™ Raulzito). Há uma grande chance de estar errada. Principalmente se for a opinião da maioria. Aquela que você pegou pronta, porque era mais fácil.

A opinião pública é a pior de todas as opiniões. Chamfort

Mas a coisa não pára por aí.

Veja bem. Ser inteligente é uma questão delicada. Poucos são verdadeiramente inteligentes. E quem é inteligente assim o faz por questão de necessidade, não porque quis tornar-se inteligente. A maioria que se acha inteligente é pedante, mesmo. Porque pensam que para ser inteligente basta questionar tudo. Questionar as coisas é fácil. Até eu faço.

Lamento aqueles que têm um ar de inteligentes: é uma promessa que se não pode cumprir. Émile-Auguste Chartier

Agora tarefa torturante é questionar o próprio questionamento e sobreviver a isso.

No dia que você começar a questionar o próprio questionamento, estará questionando a si mesmo(a).

E quando você começa a questionar seus próprios questionamentos, que nada mais são do que uma rebeldia infantil de sua parte em não aceitar determinações alheias e superiores a você, vai começar a se perguntar o mais difícil:

Será que tudo não está certo do jeito que está?