Reedição e atualização de texto publicado originalmente em 21 de março de 2011

Se sua renda depende da produção de algo confeccionado num computador, veja que aumentar seus ganhos é muito simples.

Basta se livrar das distrações online e offline:

BBBs, CQCs, Pânicos, Novelas, WhatsApp, Twitter, Facebook, Celulares, Bebidas (Ok, bebidas póóóde) e outras inutilidades mais.

Eliminando essas distrações sem dó – porque são só isso mesmo, distrações, pois não agregam NENHUM VALOR à sua vida – você vai ficar mais centrado(a), mais focado(a), e não vai poder reclamar que lhe falta tempo para fazer o que é importante.

Que vai rolar um certo tédio, vai. Mas é aí que está a vantagem. As pessoas produtivas – que normalmente são prósperas – são aquelas que sabem transformar o tempo ocioso em um tempo produtivo. Está sentindo tédio? E o que é o tédio senão falta do que fazer? Em vez de jogar seu tempo no lixo dispensando-o em distrações inúteis, vá trabalhar e transformar esse tédio em mais dinheiro na sua conta. Eu sei, é simplista, mas funciona.

“Ah mas minha atividade profissional é um saco”. Pois bem, então mude de profissão. Hoje há n formas de se tocar a vida. Escolha a sua, se empenhe, e boa sorte!

***

Atualização em 7/7/2011 – Ultimamente tenho percebido de forma contundente o quanto essas redes sociais no fundo não passam de distrações e instrumentos de procrastinação e alienação das massas. Pra um povo como o brasileiro que precisa construir valor e riqueza para a sociedade, passar horas por dia em redes sociais – quase sempre de dentro do ambiente de trabalho – e redes sociais que além de tudo são de origem estrangeira, me soa beeem contraditório.

Como sempre digo, sou fascinado pelo que a internet pode nos trazer de bom, mas que perde-se algum tempo nos orkuts, facebooks e twitters da vida, perde-se…