Algumas colagens aqui, para refletir:

Uma visão positiva

Não apoio, não compartilho e não vestirei preto em dia nenhum de jogo do Mundial.

Quero que a Copa aconteça da melhor forma. Não vou torcer contra, até porque o que já tinha que ser gasto, roubado, já foi.

Se fosse para protestar, que tivesse sido feito antes. eu quero mais é que quem chegue de fora, veja um Brasil que sabe receber, que sabe ser gentil. Quero que quem chegue, queira voltar. Quero ver um Brasil lindo. Meu protesto contra a copa será nas eleições. Outra coisa, destruir o que temos hoje, não mudará o que será feito amanhã.

Autor desconhecido

***

Possível origem da logo da Copa

Possível origem da logo da Copa

Vergonha

De manhã: sangue de manifestantes nas ruas.

De tarde: uma abertura tão vexaminosa que até os mais entusiasmados com a Copa concordaram que foi grotesco: pela primeira vez na história das Copas, a/o chefe de Estado não falou e a única coisa realmente importante — a descoberta científica de um brasileiro — não foi mostrada.

De noite: uma vitória roubada, sobre a qual até a imprensa mais patrioteira concordou que foi fruto de um pênalti inventado, com o jogo 1 x 1 e a Croácia dominando.

É o resumo da Copa até agora. Quem está comemorando, que curta sua festa, claro! Eu só consigo sentir vergonha.

Idelber Avelar

***

Protestos

Acho estranho as pessoas que querem decidir qual é o jeito certo ou errado de protestar.

Alguns acham que mandar tomar no cú é um direito do cidadão, outros acham que é falta de educação.

Alguns acham que se vestir de preto, cobrir o rosto e danificar patrimônio público é necessário para chamar a atenção das autoridades e do mundo, outros acham que tem que descer o cacete nesses vândalos.

Alguns acham que protesto se faz nas urnas, outros que se faz nas ruas.

Eu só sei que o mundo não é preto ou branco.

Se qualquer um desses protestos incomoda uma pessoa, e este incômodo faz essa pessoa refletir sobre qual é o país que ele quer para o futuro, então eu apoio e acho válido essa forma de protesto.

Nunca vi nada mudar numa situação em que todo mundo está acomodado, continuem incomodando as pessoas, mesmo que um monte de gente diga que você está fazendo isso do jeito errado.

Ao invés de atacar quem protesta de um jeito diferente do seu que tal protestar mais e julgar menos?

Eu prefiro protestar escrevendo, fique à vontade para me agredir com palavras, eu vou saber que está funcionando.

Edney Souza

***

Outra hipótese: Psicografia

Outra hipótese: Psicografia

Está tudo errado

Como torcer para um time que representa um país que deixou de lado a saúde, segurança e educação só para construir estádios e maquiar cidades turísticas? Torcer para o time do brasil é o mesmo que ser conivente com a corrupção ativa do governo que o rege. Nós somos poucos e estamos lutando por nossos direitos, estamos indo para as ruas enquanto o governo insere vândalos no nosso meio para responsabilizar a manifestação pelas quebradeiras, enquanto isso, gente que se diz patriota, cegos, burros, mudos e surdos estão indo para a frente das TV´s para torcer, comemorar a copa; estão indo para os estádios para curtir o que a corrupção fez. Patriotas de verdade estão nas ruas gritando por melhores condições de saúde, educação, segurança, por preços justos. Sabe o que os corruptos estão fazendo? Vindo contra as manifestações dos patriotas, contra aqueles que ainda tem esperança nesse país.

Fernando Cruz – Via Clovis

Minha opinião até o momento

Falta de educação

Durante a abertura e o jogo de início da Copa do Mundo, a torcida xingou a presidente Dilma Rousseff.

Ei, Dilma, vai tomar no c*…

Pois bem, eu sei que a política brasileira é deplorável. Discordo totalmente do enorme e desnecessário gasto com a Copa, e me sinto ultrajado com o modo como a FIFA mandou e desmandou por aqui.

Mas xingar uma chefe de Estado, publicamente, em um evento mundial só mostra o quanto alguns brasileiros são mal educados, grosseiros e merecem um país até pior do que o que têm. Sério, essa gente me envergonha.

Patriotismo não é torcer para a seleção

É um absurdo um povo associar patriotismo a um esporte. Vi um menino beijando a camisa amarela da seleção na TV. Me perguntei: E se fosse para ir para uma guerra, lutar pelo seu povo, será que iria com o mesmo entusiasmo?

Se a pessoa hasteia uma bandeirinha no carro em época de copa do mundo, mas reclamava na escola de cantar o hino nacional em posição de sentido, ela está sendo incoerente. Aliás, hastear bandeira e mal saber cantar o hino nacional, já é ser, essencialmente, besta.

Tá tudo certo do jeito que tá

Show me the money

Show me the money

Eu já fui e continuo sendo muito besta na vida. Porém sempre de modo involuntário. Nunca é por querer, é sempre porque sou burro mesmo para certas coisas.

Mas eu não sei ser besta voluntariamente.

Não espere que eu me empolgue com eventos esportivos. Simplesmente não consigo. Não espere que eu saia por aí buzinando, o carro e cornetas, não espere que eu prenda bandeirinhas no meu carro, não espere que eu coloque uma peruca amarela, camisa amarela e fique pulando igual um BESTA na beira da rua comemorando sei lá o quê.

Mas é o que mais vi saindo de casa após o primeiro jogo da seleção. Gente buzinando, pulando e comemorando sei lá o quê.

…comemorando SEI LÁ O QUÊ! Porque não há NADA que vá melhorar na minha vida enquanto eu gasto tempo e energia torcendo para atletas que mal conheço.

Então ao sair da casa agora há pouco, logo após o jogo da seleção, eu relembrei, e me dei conta de uma conclusão que já tive em outras ocasiões. Ver como o povo brasileiro se comporta durante uma copa do mundo explica TUDO  a respeito das atuais condições sociais e políticas do Brasil.

O brasileiro merece exata e precisamente tudo que tem, e também, o que não tem.

Está tudo certo do jeito que está.

Conclusão

Aquela que ficou conhecida como a “Copa da Zoeira” acabou de forma justa, com a consagração daquela que foi a melhor de todas as 32 Seleções. E, embora a Argentina tenha sido um oponente duro de ser batido, compensando com raça e dedicação o futebol limitado que mostrou desde a primeira rodada, a Seleção da Alemanha foi a estrela desta Copa: reinventaram e aprimoraram o tiki-taka espanhol de 2010, mostraram simpatia desde que chegaram no Brasil, fizeram do Twitter do Podolski o grande case de PR 2.0 da competição, curtiram demais a estadia pelo país sem deixar a seriedade e dedicação de lado, deram uma lição para o futebol mundial (e, principalmente, para a nossa Seleção). Esta Copa definitivamente vai deixar saudades. Difícil, agora, será aguentar a ressaca da segunda com a vida voltando ao normal. #tevemuitacopasim

Alexandre Inagaki