Quando você pensa que já viu tudo de relevante na internet, surge algo que te surpreende.

O vídeo acima é de um culto evangélico proferido pela missionária Bianca Toledo. Recomendo fortemente que você, evangélico ou não, tire uma horinha e assista.

Como boa parte dos grandes líderes espirituais, ela possui uma história bastante difícil e delicada que pode ser lida no seu próprio site (e que é comentada no vídeo acima). Pelo que se vê, ela possui também um problema muito delicado de divórcio, o que vai contra a moral cristã, e de intrigas com seu ex-marido. Eu realmente não entendo essa obstinação cristã que afirma que todo e qualquer casamento deve durar pelo resto da vida, e que vai justamente em oposição ao próprio pensamento cristão de tolerância, compreensão, aceitação e acolhimento fraterno para quem está necessitado de amparo.

Essa obsessão pelo casamento único é menos compreensível ainda quando promove a desqualificação por parte de alguns cristãos mais ortodoxos da autoridade de uma missionária que realiza um culto tão belo, intenso, inteligente. Ainda me chamou especial atenção a voz maravilhosa da missionária e o tom musical do culto.

Assim até eu frequentava a igreja.

;)

***

Me identifiquei muito com a mensagem específica do culto em relação ao poder da palavra. Este é um tema recorrente aqui neste site e em minhas observações e reflexões. Veja alguns textos: 1, 2, 3, 4

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. Efésios 4:29

***

Não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que o contamina. Mateus 15:11