Follow the Money

Bolsoringa

Bolsoringa

Se Bolsonaro é incompetente eu não sei dizer ao certo.

Discordo de muitas posturas dele: é temperamental, falastrão, bravateiro, fala demais, fala o que não deve, e se expressa mal quanto ao que deve falar. Dele eu gosto da proximidade com o povo e da intenção real e sincera de ver este país crescer.

O que parece ser

Se jugar pela aparência, concluiremos que Bolsonaro é muitas vezes grosseiro, destemperado, se comunica pessimamente e não faz questão de melhorar isso.

No entanto, todo o berreiro contra o Bolsonaro pode ser resumido a pessoas que perderam acesso ao dinheiro público – como artistas e ONGs – ou pessoas que estão com medo de perder esse acesso, como STF, Universidades Públicas e outros integrantes das elites burocráticas.

Há um terceiro grupo, que é até numeroso, dos inocentes úteis, que ecoam a gritaiada de quem tá com medo de perder aquela renda gostosa e aqueles deliciosos privilégios bancados com o dinheiro do povo.

Nunca é sobre salvar vidas ou formas de governar, ou o destempero dele, é sempre sobre dinheiro e poder.

O que é

Você não vê UMA PALAVRA na mídia comentando os feitos dos ministros Tarcísio de Freitas, Rogério Marinho, Tereza Cristina, Damares Alves, Marcos Pontes, Ernesto Araújo ou mesmo, do Paulo Guedes que salvou nossa economia através do Auxílio Emergencial.

Entretanto, até aqui, com exceção talvez dos Ministérios da Saúde, o qual sofreu um desafio incomum com a pandemia, e do ultra-aparelhado Ministério da Educação, não lembro em toda a minha memória sobre a vida política deste país, a qual acompanho desde 1992 com o Impeachment do Collor como o primeiro fato político que me marcou ainda na infância, nunca vi um quadro ministerial tão enxuto e realizador.