Não existe NENHUMA DIFERENÇA entre o flamenguista que, após vitória do seu time, cumprimenta de forma efusiva um desconhecido de vermelho e preto na rua, como se fossem amigos de longa data, de um brasileiro que curte um comentário no youtube de um americano desesperado por saber que não está curtindo sozinho em 2019 aquela música extraordinária de Bonnie Tyler de 1983. (Who’s listening in November 2019?) ou de um latino (Alguien escuchando esta súper canción en Noviembre 2019?)
 
No final das contas, só queremos alguma certeza de que não estamos sozinhos no mundo.