Se você já tem prática em SEO, evidentemente essas dicas de como otimizar um site não lhe serão novidade. Contudo, para leigos e iniciantes, o gráfico abaixo será muito instrutivo.

Como se pode observar no gráfico abaixo, ele compara uma página online a uma página real de papel. E uma página da internet é de fato uma representação digital de documentos que poderiam ser reais e como tais, possuem – ou devem possuir – uma estrutura para classificar e dividir as informações que trazem, para facilitar a leitura das pessoas. No caso da otimização de sites, estamos “facilitando” essa leitura para os robots dos buscadores.

Como otimizar sites

Como otimizar sites

Pare “entender” uma página, o Google – o mais popular dos sistemas de busca, ficando subentendido que é com ele que estamos lidando – precisa saber “o que é o quê” num documento digital. Ele sabe que títulos e sub-titulos, marcados com as tags h1,h2,h3 dizem muito sobre o documento. Dessa forma as principais palavras-chave, aquelas que indicam do que se trata o documento, devem estar muito presentes nesses itens. E antes de mais nada, esses itens, as tags que indicam títulos DEVEM estar presentes no documento.

A repetição das palavras-chave pelo corpo do texto também são muito importante. Quanto mais uma certa palavra se repete numa página de um site, mais representativa da página se torna a palavra, como se pode observar no bloco verde do gráfico. Dessa forma, a constante tensão entre a necessidade da repetição das palavras-chave no texto, e da necessidade de se apresentar um texto coerente e lógico ao visitante vai fazendo do SEO  uma verdadeira arte.

Além da parte textual da página, temos as imagens trazendo em seu nome de arquivo e no atributo alt da tag img que a expõe na página a presença das mesmas palavras-chave.

Afora a parte visual da página, temos também três itens muito importantes, expostos na imagem acima “fora da página” e que são a tag title, que aparece na barra azul sobre os navegadores, a meta-tag description que fica no cabeçalho interno da página e ninguém vê a não ser que acesse o código-fonte da página e por fim, a URL, ou seja, o endereço que se digita na barra de endereço dos navegadores e que normalmente começa com www. É importantíssimo que as palavras-chave estejam presentes em algum ponto da URL, sendo o exemplo acima uma forma razoavelmente eficiente de se conseguir tal presença.

Estrutura ideal de uma página bem otimizada

Como estamos falando de códigos, fica mais fácil demonstrá-los visualmente. Neste caso uma estrutura real baseada no exemplo acima ficaria assim:

Exemplo de código bem otimizado

Exemplo de código bem otimizado