Para interessados em astrologia

Dias atrás uma bebê nasceu imediatamente após a morte de sua mãe, em acidente na Régis Bittencourt, rodovia de SP (link).

A notícia triste me chamou a atenção e, estudioso da astrologia, me ocorreu de fazer o mapa astral da menina para confirmar uma certeza intuitiva: A Lua da bebê, que representa no mapa a figura de sua mãe, estaria em aspecto bastante tenso e conflitante.

Encontrei a hora exata do acidente e, portanto, do nascimento, e não deu outra: Lá estava a Lua em conjunção plena com Plutão (os traumas num mapa) e em conjunção mais fraca com Marte (o pequeno maléfico), porém este alinhado com a cúspide da casa 4, a casa das finalizações.

O astrólogo Ivan Terrini ainda acrescentou na postagem original deste tema:

…tem um ASC em Escorpião que significa, quase sempre, um trauma no nascimento.

Está tudo na imagem que ilustra este post.

A interpretação padrão do programa que uso para obter os mapas astrais diz o seguinte, sobre conjunções entre Plutão e a Lua (no caso, destinado à bebezinha):

“Você foi profundamente marcado por experiências traumáticas na infância, durante as quais deixou de confiar na segurança da família. Seu vínculo com sua mãe é complexo na melhor das hipóteses e, na pior, inexistente. Por qualquer razão, ela não pôde criar você, talvez tenha sido levado para longe dela por algum tempo, talvez ela não tenha podido amamentá-lo, ou talvez, ainda ela tenha estado sob grande pressão psicológica e não tenha tido os recursos necessários para cuidar devidamente de você.”

Inexistente… 

Nas minhas análises (amadoras), eu vinha ignorando os planetas exteriores – Urano, Netuno e Plutão – por considerar suas descobertas recentes demais para termos um conhecimento consistente sobre a função deles num mapa.

Estava equivocado. Analisando posteriormente alguns mapas, entendi como Plutão é destrutivo, Urano devastador e Netuno enlouquecedor quando em aspectos com determinados outros planetas.

Espero que a menina encontre apoio e amparo na vida, para compensar este início tão triste e traumático, e para que as predições astrais sobre seu nascimento sejam as mais amenas possível.

Publicado originalmente aqui.