É Natal

É Natal

Pois é, o Natal está aí mais uma vez. E com ele vem as férias, festas e clichês de fim de ano ;-) Época de refletir, de se alegrar com as conquistas e aprender com as perdas. Rever os entes queridos e esquecer as desavenças.

Esta é a melhor época do ano para perceber que a maior miséria – não se engane – é de atenção. Todos precisamos de atenção e para ganhá-la, precisamos antes, de doá-la. Quando foi a última vez em que você realmente deu atenção às pessoas que ama? Espero que você não tenha que pensar muito para responder a esta pergunta. De qualquer forma, está aí uma ótima sugestão de presente para este Natal, não acha?

Chegou a hora de largar um pouco o trabalho de lado (pra quem pode) e respirar, passear, mergulhar, na vida, em si mesmo. Há quem mergulhe nas bebidas, mas tá bom, ninguém é de ferro ;-) Que possamos nos orgulhar do que foi feito e que tenhamos a motivação para iniciar em 2011 o que não começou sozinho em 2010 ;-)

E que possamos entender que o que passou, passou, mas que temos todo um futuro pela frente e, se não começarmos a mudança agora, ela não florescerá no futuro, que de um jeito ou de outro, vai chegar. Plantar para colher é a lei, muito embora ainda insistimos – ansiosos e afoitos – na ambição de colher sem plantar.

Desejo a você, leitor, a você, leitora, a você familiar ou amigo, um ótimo fim de ano, repleto de alegrias, encontros e descanso! Muito obrigado pelas visitas, pela frequência, pelos comentários, pela presença. Em 2010, próximos ou distantes, tenham certeza, vocês foram o meu grande presente.

Um forte abraço!