Uma das áreas da comunicação mais mentirosas da atualidade me parece ser a publicidade.

Publicidade é mentira legalizada. Herbert George Wells

De uns anos pra cá, tenho assistido cada vez menos televisão, e vim me desacostumando com as propagandas. Então quando dou uma paradinha pra assistir qualquer coisa, nunca deixo de sentir vergonha alheia com um ou outro comercial.

:(

:(

Eles tratam o telespectador como se fosse criança. Como se não fosse capaz de discernir o que é melhor para ele.

E o pior é que a maioria não é mesmo :(

O telespectador mais crítico, que é minoria, se sente tratado de forma infantil. Ele se sente um tanto insultado diante de mensagens tão inescrupulosas, que visam tão somente vender, e não, informar, sobre o produto. Já o telespectador mediano, mais influenciável, acaba de fato agindo como criança, passando a desejar o produto anunciado de modo artificial.

Os comerciais de hoje baseiam sua mensagem na ideia que se não usarmos esta e aquela marca, estamos errados. Há uma certa chantagem emocional, uma certa pressão psicológica para que os telespectadores consumam o tal produto, senão, a vida deles segue incompleta.

A publicidade há muito tempo deixou de ser informativa, para ser impositiva.

E COMPLETAMENTE anti-ética.

Qual é a RESPONSABILIDADE que muitos publicitários carregam nas costas pelas escolhas infelizes feitas pelos consumidores, baseados na publicidade inescrupulosa criada pelos primeiros? Eu só sei que é GRANDE.

Independente do sujeito ser do comércio, da indústria, da publicidade ou da religião institucionalizada, se ele lida e influencia a vida de grandes massas de pessoas ignorantes e alienadas (e todo mundo é meio ignorante e alienado, pois é impossível para nós sabermos de tudo e estarmos espertos o tempo todo), então ele é MUITO responsável por essa gente toda.

E um dia sua irresponsabilidade vai voltar para ele.

A gente sabe que vai.

***

Aqui, um blog com críticas bastante contundentes a respeito da publicidade. Recomendo!