Dias atrás, fiquei bem surpreso com este vídeo. Ele mostra a chegada do deputado Bolsonaro em Recife:

Digna de um pop star, não é? Como ESPANTA ver isto num país que odeia políticos…

Mas como pode um sujeito que já disse as seguintes palavras ser tão popular?

1. “O erro da ditadura foi torturar e não matar.” (Jair Bolsonaro, em discussão com manifestantes)

2. “Pinochet devia ter matado mais gente.” (Bolsonaro sobre a ditadura chilena de Augusto Pinochet. Disponível na revista Veja, edição 1575, de 2 de Dezembro de 1998 – Página 39)

3. “Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.” (Jair Bolsonaro em entrevista sobre homossexualidade na revista Playboy)

4. “Não te estupro porque você não merece.” (Jair Messias Bolsonaro, para a deputada federal Maria do Rosário)

5. “Eu não corro esse risco, meus filhos foram muito bem educados” (Bolsonaro para Preta Gil, sobre o que faria se seus filhos se relacionassem com uma mulher negra)

6. “A PM devia ter matado 1.000 e não 111 presos.” (Bolsonaro, sobre o Massacre do Carandiru)

7. “Não vou combater nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando na rua, vou bater.” (Afirmação de Jair Bolsonaro após caçoar de FHC sobre este segurar uma bandeira com as cores do arco-íris)

8. “Você é uma idiota. Você é uma analfabeta. Está censurada!”. (Declaração irritada de Jair Bolsonaro ao ser entrevistado pela repórter Manuela Borges, da Rede TV. A jornalista decidiu processar o deputado após os ataques)

9. “Parlamentar não deve andar de ônibus”. (Declaração publicada pelo jornal O Dia em 2013)

10. “Mulher deve ganhar salário menor porque engravida” (Bolsonaro justificou a frase: “quando ela voltar [da licença-maternidade], vai ter mais um mês de férias, ou seja, trabalhou cinco meses em um ano”)”

Seleção de citações de Manoela Neves

Resposta difícil, não? Mas tenho uma hipótese:

Como você leitor(a) já percebeu, sempre fui de observar as manifestações ideológicas de ambos os lados. E do lado da Esquerda, sempre encontro algo estranho e difícil de se explicar. É essa postura deles do tipo “oh, que absurdo, como pode gente assim existir / se eleger” ou “Poxa, que gente imbecil, ah se todos fossem inteligentes como nós”.

Eles não percebem, mas uma postura “intelectual” assim infantil não vai mais levar a Esquerda a lugar algum.

Por que textos autocríticos como este nunca são compartilhados por eles? Porque só compartilham acusações contra o Cunha (com razão), mas se calam quanto as denúncias da Petrobras?

Esse pessoal da Esquerda não percebe que é justamente essa postura desonesta que enfraquece a luta dos progressos sociais pelos quais tanto lutam e, reconheçamos, são muito necessários nessa sociedade profundamente desigual que é a sociedade brasileira.

É essa postura vergonhosa que dá força para um Bolsonaro se popularizar!

Ora, esquerdistas defendem suas lutas sociais, mas se elas se realizam por um governo que se sustentou no poder com dinheiro de (muita) corrupção, ok, tudo bem!

Não! Para os fãs de Bolsonaro, não está tudo bem.

E preciso dizer: Eles têm toda razão.

Esquerdistas não percebem que o Bolsonaro é fruto e cria das ações da própria Esquerda que falharam nesses 13 anos de poder. Não conseguem olhar para os próprios erros. A população está insegura, e está sofrendo as consequências de uma economia mal conduzida e fracassada.

A popularidade do Bolsonaro é resultado do quão a vida do brasileiro comum se tornou mais difícil do ano passado pra cá, mas é resultado também, sobretudo, da imensa corrupção que assolou a Petrobrás.

Nessas situações o povo tende a se agarrar a alguém de “pulso firme sem medo de falar” – ainda que fale muitas barbaridades – que demonstre ter a força para restabelecer as coisas.

E escolheram o Bolsonaro justamente porque… acreditem… eu sei, é difícil, mas ele é visto como um cara honesto.

Enquanto a honestidade não for também uma bandeira da Esquerda, como são os progressos sociais; enquanto eles justificarem a corrupção petista por causa dos progressos sociais; enquanto priorizarem as minorias com um sentimento do tipo “dane-se maioria”; enquanto darem pouca importância a uma economia bem sucedida, por causa desse rancor estúpido contra o capitalismo (e essa tendência doentia de confundir capitalismo com consumismo), enfim, enquanto insistirem em se identificar através da cor vermelha, a direita vai continuar se fortalecendo.

E se isso significar o retorno de uma economia estável e liberal, com estímulo ao empreendedorismo e ao investimento, acho bom que se fortaleça.

Que droga vocês tão usando?

Se quiser compreender o que é a cegueira dessa ultra-esquerda alucinada, em completo desalinho com a realidade do país no qual vive e pelo qual DIZ que luta, é só comparar o video acima, da chegada do Bolsonaro em Recife nos quais ele é saudado e ovacionado como um pop star, e o devaneio que essa imagem abaixo reproduz, publicada na página do PSOL um pouco antes da chegada do deputado por lá.

Não vem que não tem. Ou tem?

Não vem que não tem. Ou tem?

Olha como a Esquerda entende dazcoisa.

Imagina (deus nos livre) se (deus nos livre) esse povo (deus nos livre) do PSOL (cruz credo) chega ao poder (deus nos livre).

Na verdade é triste que um país veja num Bolsonaro a salvação das alucinações da Esquerda, mas… é o que temos pra hoje.

Comentado originalmente aqui

***

Ps.: Se quiser ver como o cara tá popular, observe os comentários das pessoas ao relato da página da revista Época sobre a recepção dele em Recife. E compare com os comentários das pessoas totalmente contra a uma pauta tipicamente esquerdista.