Estátua da Igualdade??? Não!!!

A tão afamada Revolução Francesa foi, na verdade, um grande fiasco.

Foi um processo que levou DEZ longos anos para levar a França do absolutismo dos Luíses, para o Imperialismo Napoleônico. Oh que grande revolução!

Tudo isso entremeado por uma sucessão caótica e disputada de grupos distintos cujo maior feito foi decapitar centenas de pessoas, a maioria, nobres.

O que se poderia esperar de uma revolução cujo maior mote reunia dois conceitos absolutamente antagônicos: A liberdade e a Igualdade.

Se todos são livres, vão agir de modo diferente, e serão desiguais. Se todos TEM DE SER iguais, então não serão livres para serem e fazerem o que quiserem.

“Uma sociedade que coloca a igualdade […] à frente da liberdade, vai acabar sem igualdade, nem liberdade. O uso da força para alcançar a igualdade vai destruir a liberdade, e a força, introduzida para “bons propósitos”, vai acabar nas mãos de pessoas que a usarão para promover seus próprios interesses. Milton Friedman

A igualdade é muito linda no discurso, mas na prática é… impraticável. Não por acaso, a nação mais desenvolvida do mundo, possui à frente de sua principal baía, uma estátua homenageando a Liberdade, e não, uma “Estátua da Igualdade”.

Estátua esta, dada aos Estados Unidos justamente – e ironicamente – pela França, como “presente de aniversário” pelo primeiro centenário de sua independência.