Para mim existe uma diferença gigantesca entre ser homossexual e ser viado (com I, não confunda com o animal veado).

O homossexual, masculino ou feminino, é o indivíduo que faz sexo com indivíduos do mesmo sexo.

O viado é o sujeito indiscreto e espalhafatoso, que adora chamar a atenção, quase sempre adentrando pelo caminho da vulgaridade ( o que nos leva a concluir que há muitos heterossexuais completamente viados, ;) ).

Acredito que a maioria dos homossexuais são discretos e vivem sua vida normalmente, não nos importando o que fazem entre quatro paredes.

A sociedade contemporânea caracteriza-se por um zelo excessivo e neurótico pelas atividades do cu alheio. Alessandro Martins

Mas a minoria aviadada não só vive uma vida excêntrica, como faz questão de que todos saibam do que gostam de fazer entre as quatro paredes.

Tipo isso

Tipo isso

Desculpa, mas não quero saber.

Particularmente, sinto um grande desconforto quando estou próximo a gente exibida, seja da orientação sexual que for. Sou tímido e como tal prefiro lidar com gente discreta. Neste caso minha reserva não está com uma dada opção sexual, e sim com um tipo de atitude, que é a atitude exibicionista e indiscreta.

A deputada Myriam Rios afirmou uma vez que empresários não são obrigados a empregar homossexuais. Disso eu discordo, porque, repito, o que alguém faz entre quatro paredes com seus orifícios corporais não importa a mais ninguém. Mas concordaria com ela se ela dissesse que empresários não podem ser obrigados a contratar viados, isto é, gente indiscreta, vulgar e espalhafatosa. Ao empresário cabe o direito de formar uma equipe cujo comportamento se enquadre no perfil da empresa.

Esse texto aparenta ser preconceituoso com os viados, porém espero que você entenda que, se preconceito é julgar o que se desconhece, então não há preconceito possível com eles, porque eles fazem questão de expor TUDO a seu próprio respeito, tudo neles está muito evidente e exposto. Eles se mostram exatamente como são.

Veja bem, o viado, ou o(a) sujeito(a) indiscreto(a), tem todo o direito de ser como ele(a) quiser. Há pessoas com tendências naturalmente exibidas, héteros inclusos. Porém essa gente exibida tem que saber que suas posturas têm consequências, dentre as quais, a provável rejeição por uma maioria que não gosta de chamar atenção, ou que, enquanto patrões, preferem que ela se concentre no trabalho, e não em aparecer.

É uma questão de comportamento social, e não de comportamento sexual. 

Você pode decidir ser o que quiser na vida, desde que arque com as consequências de seu estilo de ser.

***

Veja uma opinião contrária, segundo a qual, minha mensagem aqui seria classificada como “heteronormativa“.