Coma mais vegetais

Coma mais vegetais

Sim, sou vegetariano. Acho o pensamento de meter fragmentos de corpos pela garganta abaixo muito repugnante, e espanta-me que muita gente faça isso todos os dias. J. M. Coetzee

Entendo perfeitamente que a situação ideal da alimentação humana seria o abandono completo do alimento de origem animal.

O vegetarianismo me soa como a solução ideal para a nossa alimentação, tanto ética, quanto fisiologicamente.

Gostaria de me tornar um vegetariano e, quem sabe, um vegano.

Mas não me sinto motivado e tampouco preparado para essa mudança drástica de postura.

O máximo que faço é dispensar a carne vermelha em função de carnes brancas, esporadicamente. Por exemplo, se estamos para preparar o almoço aqui em casa e eventualmente estamos sem qualquer carne pra fazer, não saio desesperado ao mercado para prover esse alimento. Nos viramos com o que temos e está tudo bem.

Mas é pouco, eu sei.

E além da dificuldade de se sair da zona de conforto, há outro motivo ainda pelo qual não faço a menor questão de mudar meus hábitos alimentares.

Que é o enfrentamente do status quo. Não concebo ser convidado para um churrasco, por exemplo e ficar por lá comendo alface. Tem que haver MUITA disposição para isso. Até suponho que vegetarianos não são lá muito convidados para churrascos entre amigos :)

Fico me imaginando na situação de um vegetariano em meio a carnívoros; Tendo que ficar me re-explicando a cada encontro sobre o porquê de eu não comer carne; Tendo que argumentar, e daí eventualmente re-discutir gostos e posturas pessoais e por fim, ser alvo de piadinhas bestas sobre o assunto, tipo, aquela engraçadíssima frase: “ah, mas minha comida caga na sua”, como se os bois não comessem jamais o mato sobre o qual outro boi (e outros bichos) não tivesse cagado antes.

Ficar me explicando repetidamente a quem não devo explicação certamente me causaria mais dano íntimo e emocional do que o possível dano de se comer carne vermelha, a qual é amplamente reconhecida como um alimento não muito saudável.

O povo também fala sobre o suposto sabor da carne. O mesmo povo que tem no brócolis um símbolo de alimento sem graça. Ora, qualquer vegetal bem temperado (e bem preparado) fica uma delícia. Da mesmíssima forma que a carne sem tempero torna-se, literalmente, um alimento sem sal.

De qualquer forma, a justificação da permanência do consumo de carne por uma sociedade que se considera avançada e inteligente sempre será eticamente insustentável.

Alguns argumentos a favor do abandono da carne como fonte de alimentação

Para aumentar um pouquinho o seu sentimento de culpa a cada mordida naquele suculento churrasco de domingo :)

Isso não é normal

Isso não é normal

 

Pois é, por quê?

Pois é, por quê?

 

Não é normal - 2

Não é normal – 2

 

E se você tivesse que matar?

E se você tivesse que matar?

 

Chupa essa manga

Chupa essa manga