Morte em vida

Morte

Morte

Pior do que a solidão mera e simples, é a sensação de exclusão, de se ficar de fora da festa. A noção de que alguém está vivendo, no seu lugar,  agora, a sua vida sonhada.

Pior do que estar sozinho, é estar sozinho porque foi preterido, isto é, foi dispensado porque perdeu (ou nunca teve) a preferência para outro.

Pior do que ficar de fora, de se sentir deixado de lado, é assim estar por não ser, e então por não se sentir, bom o suficiente. Ou por ser, e se sentir insuficiente, inapropriado, indesejável, inadequado, indevido, inconveniente, incompleto, inaceitável. A realidade lhe comunica que você não serve. Não está pleno de si. Não está à altura. Está abaixo das expectativas.

A sensação de ser esquecido, a sensação de rejeição, seja pelos outros, pelas circunstâncias ou por si é a pior sensação psicológica.

Ela também tem o nome de desprezo, menosprezo, desconsideração, ignoração, desapreço, descaso, negligência, abandono, desamparo. É a atitude de quem não está nem aí para você. Parabéns, conheceu muito bem o significado de desdém.

É a sensação de que não se precisava existir, e que, existindo, não faz falta.

Morrer é quase nada, horrível é viver. Victor Hugo

É um vislumbre nítido da sensação de se estar morrendo, porque não há a dor física para atrapalhar a percepção. Mas a sensação é de que é pior que a morte. Porque os mortos não sofrem. Os vivos, aqueles que sentem, sim.

Porque não ser lembrado, e tampouco desejado, e não encontrar em si força para reverter essa situação, é a morte em vida.

Dolorosa e angustiante.

Vida de suportação

Todos passam por isso na vida.

Mas há quem viva esta sensação DI-A-RIA-MEN-TE.

E são MUITOS!

Não vêem como superar.

E também não aceitam a covardia da desistência.

Então suportam, dia após dia.

Numa agonizante e infinda vida de suportação.

Onde somente um sentimento subsiste.

A esperança de que tudo passa

Nem que seja

com o descanso derradeiro,

certo e eterno.

***

Ps.: Não ligue para este texto não. Ele é, de certa forma, um desabafo que vem com uns 14 anos de atraso ;)