mi sóta, kero des cos truí

mi sóta, kero des cos truí

Um termo (e prática) intelectual que vejo com desconfiança: DESCONSTRUIR

O sujeito pode ser perito em desconstruir conceitos sociais, comportamentais, etc. Porém assim, ele começa com algo ruim (se fosse bom, não se daria o trabalho de desconstruir) e termina com meia dúzia de fragmentos conceituais desconexos, isto é… nada.

Desconstruir conceitos pode até ser o caminho para a discussão de novas possibilidades para o mundo, mas não pode parar por aí.

Depois que se chega à desconstrução plena dos conceitos abordados, deve-se seguir adiante e CONSTRUIR algo diferente e melhor, primeiramente; e naturalmente, no campo das ideias, para depois, quem sabe, para o campo da prática.

Porque senão tudo não passa de conversa de bar.