Pode nada mudar, mas tudo será diferente

Pode nada mudar, mas tudo será diferente

Se eu fosse apontar um único ponto positivo por todo esse levante nacional contra a falência das políticas públicas, um ponto pelo qual tudo já teria valido a pena, seria o aumento no nível de politização dos jovens.

Assistir aos jovens nas ruas e mesmo aqui, compartilhando e dando atenção a questões políticas nunca antes atentada por eles; jovens que só davam atenção a bobagens, tem se revelado, para mim, o saldo mais importante dos protestos no Brasil.

Até minha esposa, que não dá a mínima para política, ao observar ao meu lado uma imagem comparando um banco novinho em folha (no padrão FIFA) de um estádio para a Copa e um doente numa maca velha de algum hospital perdido por esse Brasil (no padrão DESCASO) soltou um “Ahhhhh, é por isso!” de entendimento pelos protestos, o que, apesar de aparentemente irrelevante, achei bem legal :)

Mesmo sob um ponto de vista mais pessimista, creio que estamos todos em meio a um salto de consciência crítica, para um nivelzinho um pouco maior. Claro que a coisa vai esfriar, mas a visão sobre política desses jovens, antes inexistente, não será mais como antes.