Vi hoje um desabafo de uma senhora comentando que não foi e não vai se unir aos protestos locais porque sente um desapontamento adiantado com as pessoas que estão nos movimentos sociais. Porque as mesmas pessoas que estão nos movimentos poderão estar nos mesmos estádios superfaturados da Copa, que hoje criticam.

Faz sentido.

Também encontrei esses dois comentários:

Se você marchou contra a impunidade ontem e hoje estacionou seu carro em local proibido pra “aproveitar a greve da CET”, ou errou ontem, ou errou hoje. Bom dia.

Fonte

O que tem de gente que sonega imposto, q dá golpes em BC, lavam dinheiro, torram dinheiro como se fosse troco e foram às ruas protestar contra a corrupção, não tá no gibi!!!

Fonte

E imagens com conteúdo assim:

O poder de mudar é todo seu

O poder de mudar é todo seu

O governo é um resultado coletivo do comportamento individual

O governo é um resultado coletivo do comportamento individual

Imagens que expressam a mais pura verdade: A coletividade só avança na medida em que seus indivíduos avançam.

Porém, ao contrário do desânimo do comentário que inicia esse texto, acredito justamente que o povo, na figura de seus indivíduos, chegou a um avanço tal, que o estado geral e coletivo das coisas já não bate com o que ele traz dentro de si.

Acredito que essas movimentações sociais são justamente o resultado dessa mudança interna que veio ocorrendo com o povo nos últimos anos. Afinal, hoje temos muito mais informação disponíveis, e temos cabeças novas tornando-se adultas e insatisfeitas com o que estão encontrando, cabeças adultas que nasceram lá por 92, quando a última grande movimentação social ocorreu no Brasil, conseguindo o impeachment do Collor.

São cabeças jovens, porém mais bem informadas, mais conscientes e críticas de seu papel social e agora, político. Mentalidades não mais bobinhas que acreditavam que o futebol era o máximo. Não, agora estão mandando a Copa à m*rda porque através de umas imagenzinhas aparentemente inofensivas de Facebook, já têm noção, mesmo antes de terem filhos, que quando seus filhos ficarem doentes, de nada adiantará levá-los aos estádios de futebol bilionários para serem curados. Não, para isso precisarão de HOSPITAIS.

Acho tudo isso fantástico.

É claro que os toscos continuarão com seus comportamentos toscos. Mas acho que no contexto geral das coisas, o país está dando mais um passo a frente. Um passo lento, preguiçoso e atrasado.

Mas está sendo dado.

***

Veja outros textos em que procuro comentar essa visão da mudança individual refletindo-se em mudanças coletivas:

http://www.ronaud.com/inteligencia/equivocos-consequencias-e-lucidez/

http://www.ronaud.com/sociedade/o-verdadeiro-problema-do-brasil/

http://www.ronaud.com/mudancas/politica-e-mudancas-causas-e-consequencias/

http://www.ronaud.com/lei-da-atracao/sociedade-surreal/

***

Veja também:

http://confeitariamag.com/renatokaufmann/a-passeata-e-contra-voce-sabia/