Religião para Ateus

Religião para Ateus

Resenha divulgada

Religião para ateus, a obra mais recente de Alain de Botton, parte da premissa de que, com ou sem fé, é possível encontrar aspectos úteis, interessantes e consoladores nas religiões. E examina as possibilidades de transferir algumas dessas ideias e práticas para a vida secular.

Nesse livro provocante e original, Alain de Botton sugere que a sociedade contemporânea tem muito a aprender com as religiões ao tratar de questões como vida em comunidade, moralidade, educação e arte. Ao descartar os dogmas e o sobrenatural, o livro resgata uma sabedoria que pertence a toda a humanidade, inclusive aos mais céticos.

Uma reflexão original e bem-humorada, ilustrado com várias e várias imagens, a respeito do papel da religião na vida contemporânea, capaz de agradar a qualquer leitor, independentemente de seu credo.

“Ideias filosóficas, conselhos provocantes e pensamentos sobre literatura são malabaristicamente lançados para o alto, como se fossem bolas, em todos os livros de Alain de Botton.”

Opinião sobre o livro Religião para Ateus

Esse é uma daqueles livros que compramos meio sem saber o que vamos encontrar, com o qual porém acabamos tendo uma surpresa agradável e estimulante.

Como já dito aqui em vários textos, tenho um pé atrás em relação a como ateus alardam seu ateísmo, tornando-se com isso muitas vezes até mais chatos do que crentes fanáticos. Penso que ser ateu implica em ser inteligente, e ser inteligente implica não só em ser um repositório ambulante de conhecimentos inúteis mas, sobretudo, em saber entender e compreender a natureza humana sabendo lidar razoavelmente com ela. Tal postura implica ACEITAR como parte dessa natureza humana que boa parte das pessoas PRECISA acreditar, e não somente raciocinar.

E Religião para Ateus aceita e abarca essa característica abertamente. Portanto, senti grande admiração em relação ao autor por encontrar um ateu resoluto chamando céticos e ateus para perceberem que sim, as religiões tem muito a nos ensinar mesmo – e sobretudo –  quando ignoramos seus aspectos metafísicos e focamos em suas ações sociais e práticas, sempre muito humanas.

Desse modo o autor passa o livro inteiro comentando aspectos da convivência social que as pessoas de modo geral consideram secundárias nessa sociedade em que só o que importa é o tamanho da sua conta bancária e o tanto de lucro que se é capaz de gerar para uma empresa. Sendo assim os temas comunidade, gentileza, educação, ternura, pessimismo, perspectiva, arte, arquitetura e instituições dividem e perfazem os capítulos de Religião para Ateus, um livro interessantíssimo, repleto de quebras de paradigmas e de visões alternativas, quase sempre mais humanas, sobre o modo como o ser humano tem conduzido sua sociedade contemporânea.

A proposição do livro é questionar o ateísmo contemporâneo com sua postura lógica e combativa, sugerindo uma postura mais aberta e humana.

Comprar livro Religião para Ateus

Escolha a livraria de sua preferência: -> Saraiva -> Cultura -> Folha

Religião para Ateus

Religião para Ateus