panda-maldito

Uma palavra que vai marcar 2011 para muitos blogueiros e empresários de renda online é a palavra PANDA.

Dia 12 de agosto foi como um armagedon para muito blogueiro. Vínhamos belos e faceiros, contentes com o caminho que escolheramos, que era apostar na maior empresa de internet do mundo, acompanhando o crescimento paulatino dos ganhos… e levamos uma rasteira traiçoeira dessa empresa. Ela mudou as regras no meio do jogo.

Sorte de alguns, azar de outros. Eu, como não poderia deixar de ser, fiquei do lado dos azarados :)

O nome dessa mudança se chama Google Panda e é um novo algoritmo que provocou alterações nos resultados das buscas, favorecendo alguns, prejudicando muitos outros. Com a mudança, o Google tenta filtrar o conteúdo, favorecendo conteúdos supostamente autênticos e rebaixando nos resultados das buscas sites supostamente de baixa qualidade, cujo principal objetivo é atrair o tráfego por meio de conteúdo inútil ou baseado em cópias de conteúdo original.

No meu site principal, tenho mais de 600 textos e resenhas de livros com 90% de textos originais. Tenho também umas 8000 frases, metade das quais diferenciadas, selecionadas e diligentemente classificadas durante minhas leituras diárias de mais de 3 anos. Qualidade é algo que sempre tentei agregar ao meu site principal, principalmente na questão de organização e classificação das frases, pois sei que é justamente de falta de qualidade que o conteúdo da internet é feito.

Mas o Panda não reconheceu. Perdi algo entre 30 e 40% dos acessos que vinha mantendo só neste meu site principal. E não foi só o meu blog pessoal que caiu. Foi ele e mais 30 sites de frases que vinha criando com perdas que chegaram a 70% dos acessos. Porém aí já desconfio que o rebaixamento geral que obtive em todos os meus sites de frases se deve ao fato de os outros sites que possuo serem sites de frases em que os visitantes enviavam as mesmas, de modo que a maioria delas ou era copiada, ou era de má qualidade (reconheço que a intenção das pessoas que enviavam as frases era boa e a minha intenção, a do menor esforço) e como todos esses sites linkavam o meu site principal, todos despencaram nos resultados.

PORÉM veja que dos 30 sites, 3 tiveram seus acessos aumentados após o Panda, sendo que todos são estruturalmente IGUAIS e conteúdo muito semelhante, de modo que me tem sido impossível entender o que aconteceu.

Por isso todo comentário aqui é baseado em suposições. Como tudo a respeito do Google, não se pode ter certeza de nada. Nunca temos como saber especificamente O QUÊ está errado. Então fica bem difícil corrigir os problemas. Não acredito piamente no que se diz nesses “blogs de SEO”. Os caras ditam muitas regras com base em coincidências, pois não há uma forma objetiva de associar melhoras nos índices do Google com as últimas alterações nos sites. Por exemplo, uma das características amplamente apontadas como importante numa boa estratégia de SEO é a devida atenção à semântica das tags de uma página, e dentro desse tema, criar sites com tabelas era algo que te mandava direto pro inferno, sem qualquer burocracia. Eis que esses dias encontrei um site americano de frases (quotes) na terceira posição de uma importante expressão-chave, todo desenvolvido com tabelas e outras tags antiquadas . Este é só um dos muitos exemplos de sites com péssimas características bem posicionados. O funcionamento do Google é meio como o funcionamento da mente divina, nunca se sabe o porquê de certas coisas :)

Existe uma forma de lidar com o Google Panda?

Qual a melhor solução para o Google Panda? Afinal, tem solução? Bloguerada que trabalha com SEO diz que tem.

Eu digo que… NÃO

A melhor tática de SEO depois do Panda é evitar muitas táticas de SEO. Esta página de um dos melhores, senão o melhor site americano sobre SEO indica que o futuro das buscas pendem para a qualidade. O negócio é investir em qualidade, isto é, em design, usabilidade e um ÓTIMO conteúdo, procurando escrever para as pessoas e não para os bots. Mas se você já investia nessas coisas antes de ser enquadrado no Panda, então, meu amigo, de fato, não há nada a se fazer.

A turma tá discutindo muito sobre o Google Panda mas acredite, muito poucos sabem de alguma coisa. Honestamente, acho que nem o Google sabe o que tá acontecendo :)

Tô brincando. O Google quer que blogueiros se profissionalizem na produção de conteúdo. Quer que ajamos como jornalistas, redatores, escritores, pesquisadores, etc. Ele quer mais conteúdo e quer conteúdo melhor, isto é, conteúdo útil para as pessoas, conteúdo sério, muito bem pesquisado e fundamentado. O Google espera que o visitante chegue perto de um orgasmo ao ver o seu site ;) e saia compartilhando pra todo mundo através das redes sociais o quanto o seu site é legal.

Nessas duas semanas de Panda, FIZ DE TUDO onpage ao meu alcance para conseguir alguma recuperação. Ela não veio. Talvez se tivesse gasto toda essa energia e criado mais uns 20 artigos e posts, tivesse de fato conseguido algum resultado.

Um ponto importante que acho que vale a pena considerar é que, ao menos no segmento de frases, perdi posições para sites mais antigos, presumivelmente mais linkados e consequentemente com maior pagerank. Essa me foi a única constatação possível. Não são sites melhores, não têm mais usabilidade, não têm melhor conteúdo. Simplesmente estão a mais tempo no mercado e só recuperaram alguns posicionamentos que pessoas como eu vinham alcançando.

Bom pra eles, ruim pra nós, é a lei do oeste! Quem chega primeiro fica com a maior parte do ouro. O negócio é baixar a bola pois como disse um desses analistas de SEO americanos, também não podemos querer ensinar ao Google como é que se faz algoritmos… né?

Se você for um otimista e quiser tentar, eu gostei muito dos textos breves e objetivos da Cilene aqui e aqui (o site saiur do ar). O Adelson também escreveu aqui de forma objetiva, muito embora, repito, se você já não cuidava dos itens lembrados pelos dois autores citados neste parágrafo, no fundo, não pode reclamar se foi pego pelo Panda.

E escola dinheiro também produziu um dos melhores textos analíticos sobre o tema, muito embora suas dicas para lidar com as atualizações promovidas pelo Google Panda sejam dicas antigas de SEO, as quais, repito, qualquer um que se preze já deveria estar implementando no próprio site.

E boa sorte para todos nós.

Atualização:

Por que raios PANDA?

Redigir o texto acima me incitou uma dúvida. Não consigo entender por que o Google nomeou e divulgou uma mudança de algoritmo. Algo que deve ocorrer o tempo todo no funcionamento interno da empresa. Sei que quando não sabemos a resposta para uma questão, a resposta é dinheiro :) Mas mesmo assim não consigo entender por que o Google gerou esse buzz em torno de algo cujas estrutura básica e técnica ele não divulga, de modo que todo mundo fala Panda pra lá e Panda pra cá e sugere qualidade e bla bla bla, mas no fundo, não tem a menor noção de como a mudança funciona nem onde tudo isso vai parar.

Todo mundo fica meio bobinho na mão do todo poderoso Google.

Atualização 2:

Este post do Brasil SEO tem uma infinidade de links nacionais e estrangeiros a respeito do Google Panda. Se tiver empenho, Boa leitura! ;)