Claro

Claro

Entendo que a lógica não é suficiente para explicar o mundo.

Mas na ausência de opção melhor, ainda é um caminho confiável.

Entretanto, por absurdo que pareça, a LÓGICA não é o forte das pessoas.

Quando o assunto é amor, religião, política e futebol (isto é, praticamente em todas as áreas da vida), até pessoas inteligentes deixam a lógica de lado.

É assustador!

Você pode chegar a elas com raciocínios, deduções e até FATOS.

Mas se eles não condizem com o que elas querem que seja verdade, elas não vão aceitar seus argumentos.

Elas vão NEGAR o razoável, e vir com uma repetição complicada de manobras retóricas para demonstrar não que os próprios argumentos são melhores, porque não são argumentos, e sim que o absurdo é lindo, que o surreal é parâmetro, e que o modo como elas querem que as coisas sejam é o melhor.

As pessoas preferem acreditar naquilo que elas preferem que se seja verdade.
Francis Bacon

Se o assunto for religião, estarão basicamente tentando nos convencer que Deus pensa como elas.

Elas vão NEGAR o óbvio e fazer você cogitar a possibilidade de estar sendo um idiota por também não pensar como elas.

O absurdo é contagioso.

Praticamente tudo que acontece no mundo, não acontece por lógica, e sim, por crença.

Com exceção, é claro, dos fenômenos técnicos e tecnológicos, porque senão, eles não funcionam :)

Sabemos que a fé tem um invencível poder mobilizador. Mas só para o bem.

Graças ao bom Deus, a realidade não se curva fácil ao modo como as pessoas querem que as coisas sejam em sua insanidade.

***

Mas perceba que quanto mais se mobilizam, se precipitam ou se exaltam para lhe convencer de algo, menos seguros estão do que querem lhe convencer.

Quem está seguro de suas convicções, basta a si mesmo.