Minha cara quando penso nessas coisas

Minha cara quando penso nessas coisas

Não que isso tenha alguma importância mas…

… eu me considero um espiritualista, sabe? Acredito sim, sobretudo em POSSIBILIDADES. Não posso me conformar em assumir que a ciência já descobriu tudo que tinha para descobrir sobre o universo.

De todo modo, acho que o pessoal lá da espiritualidade poderia colaborar um pouquinho com a ciência, né? Veja bem: Cristais, Radiestesia, Aromaterapia, Musicoterapia, Apometria, Regressão a Vidas Passadas, Anjos, Umbanda, Candomblé, Cristianismo, Budismo, Islamismo, Taoismo, Ayurveda, Xamanismo, Mediunidade, Xintoísmo, Cura pelas plantas, Quiromancia, Cura quântica (*), Espiritismo, Viagens astrais, Para-psicologia, Tarô, Astrologia, Vidência, Numerologia, Filosofia (com todas as suas infinitas correntes de pensamento), Psicologia (com todas as suas infinitas abordagens psicoterápicas), Auto-ajuda, Cabala, Yoga, Wicca, Ufologia, Reiki, Magia, Hinduísmo, Hermetismo, Feng-shui, Mantras…

… e tudo isso para proporcionar algum alívio à nossa carga existencial por não sabermos responder à mais básica de todas as questões:

Que p*rra eu tô fazendo aqui?

🙂

E pior do que tantas tentativas de respostas para uma única pergunta é o fato de que até hoje não se obteve uma resposta única, clara, precisa, objetiva e construtiva para a questão.

O que me faz compreender profundamente a postura de céticos e descrentes.

Você não concorda comigo que o pessoal do lado de lá podia colaborar um pouquinho com os nossos estudiosos sendo um pouco mais precisos e uniformes nos sinais que nos mandam?

Leia também: Por que Deus fica em silêncio?

***

* Cura quântica é charlatanismo por excelência. Veja bem: Física quântica é CIÊNCIA. E uma ciência que especula o funcionamento mais básico da matéria. Embora tenha colaborado no desenvolvimento de equipamentos médicos ultra-sofisticados, a física quântica não é e nunca foi uma ciência médica. Quem usa o termo “quântico” numa terapia qualquer está querendo abusar da ingenuidade alheia.

“Se você acha que entende a física quântica, é porque não entende a física quântica” – Richard Feynman