O típico pipocólogo - Profundo apreciador de pipocas

O típico pipocólogo - Profundo apreciador de pipocas

Eu SEMPRE ESTRANHO MUITO o hábito de se comer pipoca no cinema.

Claro que já fiz isso muitas vezes. Mas tenho feito cada vez menos.

De modo geral, o razoável é que você vá até o cinema para assistir a um FILME, e eventualmente, comer uma coisinha qualquer, que, eventualmente, pode ser pipoca.

Porém o que vejo é que o povo se conduz até a sala cinematográfica para COMER PIPOCA, com seus pacotões gigantes e suas garrafas de água e refrigerantes, e eventualmente, assistem a um filme qualquer que esteja passando na tela.

Dizem que o que dá lucro mesmo no negócio de cinema, é a venda de pipocas (o lucro é altíssimo), e não os filmes. Explica bem o porquê desse hábito ridículo estar tão arraigado no comportamento das pessoas, ao irem ao cinema.

Particularmente, me incomoda o cheiro da pipoca alastrado pela sala, o qual nunca tem a ver com o clima do filme. O filme é de guerra, o cheiro é de pipoca. O filme é uma comédia, o cheiro é de pipoca. O filme é de terror e o cheiro é de pipoca. O filme é romântico, mas o cheiro… adivinhe! é de pipoca.

E o que dizer do barulho da mastigação da pipoca? O horror, o horror…

Quem sabe poderiam criar salas separadas. Algumas para quem vai até lá para ASSISTIR ao filme, e outras com mesinhas e cadeiras mais confortáveis e bem dispostas, além de garçons para melhor atender a quem vai lá para saborear sua deliciosa pipoca.

E claro, com a tela gigante numa das paredes. Quem sabe alguém ali se interesse por assistir a um filme.