O problema é de vocês!

O problema é de vocês!

Sempre fui alguém muito contraditório. Muito. Em praticamente todos os aspectos da vida.

E hoje percebo o quanto a contradição, que me parece significar o resultado de uma certa megalomania – querer tudo, até coisas opostas – e grande dose de indecisão acaba atrasando a vida. Ora, é notório que a determinação aliada ao foco é postura típica das pessoas que se destacam na sociedade. Se você quer ir a vários lugares ao mesmo tempo, provavelmente nem sairá do lugar.

Pode até ser natural primeiro experimentar as coisas da vida, tentar todos os caminhos, pra depois conseguir decidir qual caminho quero seguir.

Mas que isso atrasa a vida, atrasa.

Entretanto, recentemente percebi que não estou sozinho nesse time e ao contrário, ele é gigantesco, e é formado até por quem é inteligente. Contraditoriamente inteligente. Outro dia encontrei este post/desabafo no Facebook, de uma dessas amigas virtuais:

Se ninguém acredita na sua capacidade significa somente uma coisa… está na hora de provar o contrário, só pra teimar gostoso e mostrar que o mundo está nas mãos de quem faz a diferença, e não dá a menor trela pra confete e pompom!

Percebeu a contradição? Não? Então me dá a mão, criança, que eu te conduzo pelo caminho :)

Primeiro ela chora porque ninguém acredita na capacidade dela.

Bate o pezinho e quer provar AOS OUTROS que ela é capaz.

MAS  ela não dá trela pra confetes e pompons.

Ora, se ela não desse trela pro aplauso dos outros, não estaria lamentando a desatenção e o descrédito deles.

O problema não é ela, é uma menina jóia e esforçada pelo que se vê. Se vir a ler este texto, espero que entenda o tom da crítica, que não é pra ela, e sim pra um proceder equivocado que é super comum e… atrasa a vida das pessoas. O problema é o modo como nos perdemos em meio a tantos itens pra se dar atenção e o modo como somos conduzidos a valorizar a opinião dos outros em detrimento do que sentimos que devemos fazer – coisa que compete única e exclusivamente a nós.

Também não estou me colocando como melhor que ela. Também ao contrário, minha vida esteve estagnada praticamente até uns 3 ou 4 anos atrás justamente porque eu me sentia incompreendido pelos outros, ó vida cruel. Eu amava a citação “luxo é ser compreendido”. Até finalmente enxergar que eu não preciso da aprovação, nem da atenção e muito menos da compreensão de gente que nem se compreende. Trouxa!

Com uma postura assim tudo que receberá da vida será primeiramente atraso, por não conseguir sequer se entender, e depois, frustrações, decepções, desilusões, ao esperar demais dos outros: carinho, atenção, confiança, quando a maioria está super preocupada… com seus próprios umbigos. Ouvir o coração e demonstrar na prática que suas escolhas deram certo ainda parece ser o melhor caminho, e a esta altura, a opinião dos outros terá muito menos importância em sua escala de valores.

Desafios são comuns na vida. Porém desafios cuja razão de ser seja demonstrar sua competência aos outros vão inevitavelmente resultar num vazio. Sei que é difícil se desvencilhar dessa prisão que é a opinião dos outros na nossa vida. Muitos de nós nem vão conseguir. Entretanto vale lembrar que o desafio sempre será de você para com você.

Desafie-se, vença-se e conquiste você mesmo a condição que busca para si.

Se os outros o(a) apoiarem, ótimo, se não, por mais difícil que seja assimilar, sim, o problema é deles.