Recebi a mensagem abaixo de uma leitora:

querido amigo! as vezes sinto uma tristeza muito grande, me sinto vazia, sem o maior sentimento que e o amor, me entrego na bebida para ter um pouco de alegria,mas sei que tudo e falso. tenho peso de conciencia por dizer não as pessoas,compro amizades para não ser rejeitada. o que acontece comigo? sou doente ? ou apenas sem graça…

Minha resposta foi essa, ligeiramente modificada para se encaixar num contexto geral. Ficou bem sucinta e creio que eventualmente poderá ajudar outras pessoas na mesma situação:

Essa tristeza e vazio são mais comuns do que a gente pensa. Muitas e muitas e muitas pessoas sentem o mesmo, porém disfarçam por meio de aparências e se distraem com as coisas bobas da vida. Você é das poucas que assume e isso já é um começo.

A bebida realmente não vai poder te ajudar muito, viu… :) Em pouca quantidade ela é jóia, mas cuide com os exageros…

Você não é doente não… Doente é a sociedade que preza por valores vazios e as pessoas vão na onda sem muita consciência do que estão fazendo e sentem o mesmo vazio. Essa nossa sociedade é uma sociedade egoísta que valoriza o ego. Porém quando vivemos só para satisfazer nosso ego, que quer homenagens o tempo todo, viveremos uma vida vazia e mimada… igual uma criança que quer atenção e fica brava depois por não ganhar toda a atenção que acha que merece.

Há várias formas de preencher esse vazio: Com estudo, com trabalho, com lazer sadio, com atenção sincera aos outros.

Normalmente nos sentimos muito felizes conosco quando superamos dificuldades e nos tornamos uma pessoa melhor. Se sentir capaz dá uma felicidade tremenda. Por isso vale a pena se dedicar ao estudo, ao trabalho e a algum tipo de lazer, porque essas atividades sempre nos confrontam com desafios e sempre sentimos nossa autoestima ótima quando conseguimos nos superar e mostrar pra nós mesmos que podemos.

Voce utilizou os termos “sem graça”. Com todo o respeito, pode ser, viu… Não a conheço, mas quem sabe tenha vivido uma vida em que não tenha feito nada para desenvolver e melhorar a si mesma. As pessoas “com graça” são aquelas que construíram a si mesmas através – repito – de trabalho, de estudo, de desafios, de aventuras (lazer), então hoje são pessoas mais capazes, completas e tem história pra contar.

Ninguém nasceu pronto.

Amizade a gente conquista se interessando pelos outros ( desinteressadamente :) ) e não esperando que os outros se interessem por nós ( principalmente quando não fizemos nada na vida para ter algo de interessante :) ) Esse texto de um autor japonês fala bem direitinho isso: Clique e leia: Como obter amizade verdadeira?

O problema é que a sociedade nos ensina que tudo deve ser para nós sendo que na realidade a verdadeira satisfação vem quando nos doamos para os outros. Dar para receber, amar para ser amado, essa é a lei espiritual mais verdadeira… Jesus disse: “Não faça aos outros o que não quer que façam a você”, o que é a mesma coisa que “FAÇA aos outros o que quer que façam a você”.

Sorria e receberá um sorriso…

Cumprimente e será cumprimentada…

Amiga, essa é a minha opinião, se você não concorda, tudo bem, porém é o que eu posso dizer para lhe ajudar…

Um forte abraço
E boa sorte

E mãos à obra ;)