Um jardim “divino”

Muitas pessoas dizem que não querem tomar uma providência, pois preferem “deixar o futuro nas mãos de Deus”.

Isso me lembra aquela anedota sobre um homem que tinha um lindo jardim nos fundos de casa. Certo dia, um passante avistou o jardim e se deteve para admirá-lo.

“Seu jardim é maravilhoso”, disse o estranho.

“Obrigado”, respondeu o proprietário.

“É um jardim realmente divino”, enfatizou o passante.

“Sem dúvida…”, disse o proprietário, “…mas o senhor deveria tê-lo visto quando só Deus cuidava dele.”

[…]

A moral da história é que Deus nos proporciona o básico, mas cabe a nós fazer alguma coisa com aquilo que nos foi concedido.

Se deixarmos que as plantas cresçam no jardim dos fundos, teremos um matagal, não um jardim.

Alguém precisa acordar cedo e cultivar a terra.

Trecho extraído do livro Criando Riqueza e Prosperidade, de Joe Vitale.

Imagem