Meio cheios, meio vazios

Meio cheios, meio vazios

Eu já fui esse tipo que reclamava da ~ hipocrisia ~ dessa ~ gente vazia ~ e dos ~ assuntos inúteis ~ …

Até que enfim, eu percebi que:

– para você funcionar em sociedade, você tem que ser meio hipócrita, porque nem você mesmo consegue pôr fim aos seus próprios vícios (por mais que queira) e que isso não é motivo para você deixar de continuar valorizando e propagando os princípios mais corretos;

– quando também percebi que quem reclama da “gente vazia” também não costuma estar transbordando das energias mais positivas o tempo todo (muito pelo contrário);

– até que enfim, entendi, que ÚTIL é o que nós fazemos, e não o que nós falamos, porque palavras só servem de distração entre dois silêncios…

Por isso, para mim, conhecer pessoas e fazer amigos, por mais que cada uma tenha seus próprios equívocos, fundamentados por sua própria história, dores, dramas e alegrias, sempre será o que de mais interessante podemos fazer na vida.

Comentado originalmente aqui.