Já nas bancas!

Já nas bancas!

A inveja é fruto da comparação dos nossos (in)sucessos com os (in)sucessos dos nossos próximos.

Exercitar a gratidão significa administrar essa comparação, isto é, reduzir essa inveja.

Todo invejoso é um ingrato, porque só olha o que não tem, esquecendo-se de olhar o tanto que tem, e que talvez nem merecesse.

Não enumere jamais em sua imaginação o que lhe falta. Pelo contrário, conte tudo o que possui. Verá, em suma, que a vida foi esplêndida com você. Amado Nervo

A pessoa grata não inveja quem tem o que ela não tem. Não. Ela olha para os que não tem o que ela tem.

O grato OLHA para o que tem.

O invejoso olha para o que não tem.

Gratidão é olhar para baixo. Inveja é olhar para cima.

Porque tudo sempre poderia ser pior.

***

Sempre que penso nisso lembro da minha querida avó. Ela é especialista em administrar a inveja positivamente. Às vezes a conversa gira em torno de pequenas reclamações a respeito dos pequenos infortúnios que enfrentamos diariamente, nessa luta que é a vida, e no fim ela sempre se sai mais ou menos com isso:

“Mas tá bom. Tanta gente que nasce sem perna, sem braço, passando fome. Nós aqui temos tudo isso, temos comida na mesa, saúde, e ainda estamos reclamando.”

E segue minha vozinha, consolada e agradecida com a vida que tem.

Ela que está certa.