Não olha pra mim :$

Não olha pra mim :$

Mais um texto interessante, encontrado no blog Sai Timidez:

Manual do garoto tímido, para meninas

Este é um post diferente dos outros, pois é direcionado às meninas. Não necessariamente as meninas tímidas. Mas muitas vezes eu vejo pela internet meninas perguntando o que fazer quando o menino de quem elas gostam é tímido, e é justamente isto que quero responder com este post. Aqui está uma pequena lista de coisas que a menina pode fazer para facilitar a aproximação do tímido, e aumentar a chance de algo acontecer. A maioria baseada em minha experiência pessoal.

– Não fique andando o tempo todo com seus amigos e amigas. Tímidos normalmente esperam um momento em que seu alvo está sozinha.

– Puxe papo com ele. Isso pode deixar ele mais a vontade para depois puxar papo com você.

– Olhar e sorrir para ele precisa ser algo um pouco menos discreto, porque de outra forma ele vai ficar achando que só estava imaginando coisas.

– Durante a conversa, no começo você vai precisar carregar a conversa nas costas, até ele se “aquecer”. Faça perguntas para ele. Uma hora ele se sente mais confortável e a conversa fica mais normal.

– Se existe algo no garoto de que ele possa se envergonhar um pouco, como o fato de ser roqueiro, ou de jogar RPG, ou de gostar de animes, ou ser ruim nos esportes etc, tente deixar claro que você acha essas coisas legais (caso seja verdade) ou que não vê isso como uma coisa ruim.

– Se você tiver algum amigo próximo que passe muito tempo com você, e tenha muita intimidade com você, o tímido precisa saber explicitamente que o cara é só seu amigo e você não tem nada com ele além de amizade. Se o tímido achar que rola algo entre você e seu amigo, ele pode descartar completamente entrar na concorrência. Diga algo do tipo “O fulano, meu AMIGO, blá blá blá…”

– Quando estiver conversando com o tímido, faça contato físico, se encoste nele.

Só quero deixar claro que eu ainda acredito que é o homem quem tem que tomar a iniciativa […]

Claro que não é um manual definitivo. Mas acho um tipo de informação legal e, muito provavelmente, útil.

Sempre fui muito tímido na adolescência e fiquei com as poucas meninas com quem fiquei justamente porque elas, de alguma forma, criaram uma abertura sinalizando para mim que estava tudo bem eu me aproximar.

Essa postura retraída certamente pode ser julgada como fraqueza, mas é também motivo de sofrimento para o rapaz, até porque não é algo que se resolve fácil. E embora eu concorde com o autor que o ideal era que o homem supere essa questão e aprenda a tomar a iniciativa, também não é necessariamente um mal que uma menina inicie um contato. Porque o rapaz pode ser muito bom e, principalmente, porque dali pode nascer um grande relacionamento, o qual poderia não existir por uma mera questão de convenção social.