O para sempre sempre acaba

O para sempre sempre acaba

Embora eu não seja noveleiro, gosto de acompanhar algumas cenas das novelas globais, principalmente as novelas contemplativas, que mostram o lado pitoresco da vida, bem como dramas pelos quais todos podem passar, retratados muito bem nas novelas do Manoel Carlos.

Mas o que não dá pra aguentar são certas ceninhas românticas irreais e torturantes que soltam um “felizes para sempre” ou um ”te amo pra sempre”, coisas assim…

PARA SEMPRE???

Vai lá no cemitério e você vai encontrar uma infinidade de “PRA SEMPRE’s” !!! Ok, eu sei, a comparação é tosca…

Mas não é só/bem isso. Lembro da ocasião em que o personagem do Zé Mayer em Viver a Vida acabou de separar-se, na novela, e veio em seguida brindar seu novo casamento com a tal Helena com um “à nossa felicidade, para sempre”. Ora, se real fosse, estaria demonstrando claramente que não aprendeu nada com o primeiro casamento.

Eu, que tenho avós separados (tinha, até o falecimento recente do meu avô), pais separados, duas tias separadas, sogros separados, e ao que sei, ao menos 3 tias de minha esposa são separadas também, já percebi claramente que o AMOR PARA SEMPRE foi traduzido perfeitamente por Vinícius de Moraes:

Que seja eterno enquanto dure!

Vinícius sabia das coisas!

Texto de 17 de maio de 2010.