Uma interessante pergunta que me fizeram no formspring:

Pra você, o que é o amor incondicional?

E a minha resposta ;) :

Será?

Será?

Olha, eu vou ser honesto. Não acredito muito em amor incondicional não.

Acho irreal, um idealismo.

E acho que quem espera por amor incondicional é meio egoísta: Quer ser amado, ou seja, receber amor, sem dar nada em troca. Quer poder fazer de tudo que der na telha e ainda ser amado incondicionalmente… até pelas besteiras que por ventura vier a cometer.

Quem quer amor incondicional tem que, acima de tudo, NO MÍNIMO, saber amar incondicionalmente (o que, convenhamos, é tarefa pra poucos). Mas fica contraditório: “ter que” amar incondicionalmente para ser amado incondicionalmente já é uma condição de amor.

Até onde eu sei, os bichos amam seus donos incondicionalmente. Mas também acho que apelar ao amor incondicional dos bichos depois de se frustrar com o amor “humano” revela um caráter mimado da pessoa, tipo, “se não é como eu sonhava/esperava/queria, então não brinco mais com vocês, vou brincar com esse bichinho aqui que não me exige nada (além de ração) e só sabe abanar o rabo quando me vê”.

Precisamos ser ADULTOS.

E entender e aceitar as pessoas como são, porque no fundo, também somos humanos e temos nossas falhas. Volto assim ao mesmo ponto: Se eu quero ser amado incondicionalmente, preciso dar o exemplo, amando incondicionalmente.

De outra forma, não seria justo.

Texto de 1 de novembro de 2010.

Veja também

O amor não é um super poder

Amar, um verbo ativo

É preciso dar, para receber

Não esperar nada em troca?